Vitória fez cinco contratações na janela de transferência; veja balanço dos reforços

Período de inscrições foi encerrado na quarta-feira (2)

  • Foto do(a) author(a) Daniela Leone
  • Daniela Leone

Publicado em 3 de agosto de 2023 às 11:55

Iury Castilho foi uma das cinco contratações feitas pelo Vitória na janela de transferência do segundo semestre
Iury Castilho foi uma das cinco contratações feitas pelo Vitória na janela de transferência do segundo semestre Crédito: VICTOR FERREIRA / ECV

Focado em conquistar o acesso à elite do futebol nacional, o Vitória foi ao mercado e reforçou o time para o returno da Série B do Brasileiro. A diretoria rubro-negra contratou cinco jogadores na janela de transferência do segundo semestre, encerrada na quarta-feira (2), dia em que o nome do lateral esquerdo Edson Lucas foi publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Ele foi o último anunciado pelo Leão.

Antes dele, outros quatro já tinham sido regularizados pelo Vitória. Os volantes Dudu e Jhonny Lucas, bem como os atacantes Mateus Gonçalves e Iury Castilho, já estrearam com a camisa vermelha e preta.

Dudu e Mateus Gonçalves se firmaram entre os titulares. Jhonny Lucas teve a primeira oportunidade na rodada passada, contra o ABC, e Castilho vai debutar no onze inicial contra o Londrina, em função da suspensão de Léo Gamalho.

O reforço para a lateral esquerda não estava nos planos inicialmente. A busca se deu após a lesão de Felipe Vieira, ocorrida durante a janela. Titular da posição, ele machucou a coxa no último dia 24, em jogo contra a Chapecoense, segue em tratamento e ainda não tem previsão de retorno.

Como Marcelo era o único substituto de ofício e mostrou algumas falhas, a diretoria preferiu ampliar as opções do técnico Léo Condé, que na rodada passada, contra o ABC, preferiu escalar o atacante Matheusinho como ala. O clube também prorrogou o vínculo do lateral esquerdo Vicente, mas ele se recuperou recentemente de lesão muscular e está há seis meses sem jogar.

Dudu e Jhonny Lucas chegaram para dar variedade a uma posição que a diretoria pouco acertou até aqui. Atualmente em recuperação de lesão na panturrilha, Rodrigo Andrade era o único dos outros cinco volantes à disposição com vaga certa no meio-campo.

Pratas da casa, Léo Gomes perdeu espaço, assim como Marco Antônio, que precisou se afastar para tratar uma fratura na mão. Também revelado na Toca, Charlys ainda tem pouca experiência e vem treinando como zagueiro.

Fora dos planos, Pedro Bicalho nunca jogou a Série B e Matheus Trindade só entrou no decorrer de dois jogos. Antes usado como meia ofensivo, Gegê passou a fazer a função para cobrir a carência e tem encontrado oportunidades.

As contratações para o ataque já eram objetivos da diretoria, que havia sinalizado planejamento para trazer um atacante de beirada e um centroavante.

Mateus Gonçalves chegou e assumiu a primeira função rapidamente. Titular nos últimos seis jogos, ele só deixou o gramado antes do apito final uma vez, no segundo tempo contra o Sport. Ainda não marcou gols, mas já deu três assistências na Série B.

O Vitória tem outros cinco atacantes que atuam pelos lados do campo: Matheusinho, Zé Hugo, Wellington Nem, Osvaldo, que está lesionado, e Pablo Diogo, que só entrou no decorrer de quatro jogos.

Iury Castilho chegou para suprir a carência pela má fase dos centroavantes. Apesar de artilheiro do time na Série B, com quatro gols, ao lado de Wagner Leonardo e Léo Gamalho, Santiago Tréllez não conquistou a confiança do técnico Léo Condé e está fora dos planos do clube para o restante do campeonato. A diretoria rubro-negra tenta a rescisão do contrato do jogador.

Welder compõe o elenco, mas nunca se firmou como homem-gol do time. Contratado para ser o goleador rubro-negro na temporada, Léo Gamalho sofreu com algumas lesões e ainda precisou passar por cirurgia para tratar um câncer de pele. Recuperado, o centroavante voltou a jogar nos últimos quatro jogos e marcou dois gols.

Suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo, Léo Gamalho vai desfalcar o Vitória contra o Londrina, no jogo das 20h de segunda-feira (7), no estádio do Café. Ele dará lugar a Iury Castilho, que pode atuar pelos lados ou centralizado. A menos de uma semana na Toca, o jogador já mostrou o cartão de visitas ao garantir o empate em 2x2 com a Ponte Preta, na estreia do returno. Com 41 pontos, o Leão é o líder da Série B.

FORA DOS PLANOS

Durante a janela de transferência, o Vitória oficializou a saída de dois jogadores da Toca do Leão. O volante Diego Fumaça e o atacante Nicolás Dibble acertaram a rescisão contratual com o clube. Outros atletas também devem fazer o mesmo, a exemplo do meia argentino Diego Torres, que tem transferência encaminhada para o Manaus, que disputa a Série C. A negociação é dada como certa, mas ainda não foi oficializada.

Contratações do Vitória na janela do segundo semestre:

Edson Lucas (lateral esquerdo): Emprestado pelo Retrô-PE até o final da Série B.

Dudu (volante): Emprestado pelo Volta Redonda por um ano, com opção de compra.

Jhonny Lucas (volante): Emprestado pelo Goiás até o final da temporada.

Mateus Gonçalves (atacante): Veio do América-MG e fechou contrato até o fim de 2024.

Iury Castilho (atacante): Vindo do Cuiabá, também assinou até 2024.

Jogadores que deixaram o clube:

Diego Fumaça (volante): Rescindiu e está no Amazonas, da Série C.

Nicolás Dibble (atacante): Acertou rescisão com o Vitória.