VEJA PREÇOS

Com nova lei, sacolas plásticas custam entre R$0,12 e R$0,32 em supermercados de Salvador

Apenas sacolas recicláveis podem ser vendidas nos estabelecimentos comerciais

  • Foto do(a) author(a) Maysa Polcri
  • Maysa Polcri

Publicado em 12 de maio de 2024 às 11:30

Modelos de sacolas plásticas recicláveis vendidas em Salvador
Modelos de sacolas plásticas recicláveis vendidas em Salvador Crédito: Maysa Polcri/COREIO

A partir deste domingo (12), estabelecimentos comerciais de Salvador estão proibidos de oferecer sacolas plásticas aos clientes de forma gratuita. Lojas e mercados podem vender os itens, desde que sejam recicláveis. Com a nova lei municipal, as sacolas plásticas biodegradáveis são vendidas por valores entre R$0,12 e R$0,32 em supermercados de Salvador.

A reportagem esteve em cinco grandes redes de supermercados na manhã deste domingo para conferir os novos preços. Clientes relataram que foram pegos de surpresa com a novidade. Alguns estabelecimentos, como o Hiperideal e Rede Mix, oferecem aos consumidores duas opções de tamanho. Em ambas as lojas, os itens são encontrados por R$0,15 e R$0,32.

O preço mais em conta encontrado pela reportagem foi R$0,12 a unidade, nos mercados GBarbosa, em Brotas, e no Super Bom Preço, na Avenida Centenário. A Lei nº 9.699/2023, que entrou em vigor neste domingo, prevê que todas as sacolas plásticas comercializadas nos estabelecimentos da capital baiana sejam recicláveis, segundo o padrão da Associação Brasileira de Normas Técnicas.

Isso significa que os itens devem ser confeccionados com mais de 51% de material proveniente de fontes renováveis. As informações devem estar claras nas sacolas plásticas. O objetivo da medida é reduzir o consumo de materiais poluentes pelos soteropolitanos.

Cada estabelecimento é livre para praticar o preço que desejar, segundo a Associação Baiana de Supermercados (Abase). “É importante que o consumidor se habitue a utilizar as sacolas retornáveis, para, de fato, reduzir a circulação deste tipo de material na nossa cidade. Sabemos do impacto que isso causa e todos devemos nos esforçar para este novo momento”, pontua a associação.

Além de vender as sacolas recicláveis, os supermercados apostam em outras opções para atrair os clientes. Entre eles as caixas de papelão, disponibilizadas de forma gratuita, e as sacolas reutilizáveis (eco bags), vendidas por valores entre R$5,99 e R$7,99.

Apesar de a medida valer para todos os estabelecimentos, a reportagem flagrou padarias e lojas descumprindo a nova lei. A fiscalização será feita pela prefeitura, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), que poderá multar os estabelecimentos que não cumprirem a nova lei.

Ao menos três grandes redes supermercados ativas em Salvador aderiam à venda antes da nova legislação: Assaí, Atacadão e Sam’s Club. No primeiro deles, cada sacola já era vendida por R$ 0,25.

Confira abaixo os preços por loja:

  • Rede Mix (Avenida Sete de Setembro, Vitória): R$0,15 e R$0,32
  • Hiperideal (Avenida Euclydes da Cunha, Graça): R$0,15 e R$0,32
  • Fort Supermercados (Rua da Graça, Graça): R$0,25 e eco bag por R$7,99
  • GBarbosa (Rua Frederico Costa, Brotas): R$0,12 e eco bag por R$5,99
  • Super Bom Preço (Avenida Centenário, Barra): R$0,12