Bracell vai igualar área de proteção à usada para produzir

Unidade baiana é responsável por 3,6 mil empregos diretos e indiretos em 37 municípios

  • D
  • Da Redação

Publicado em 11 de agosto de 2023 às 06:00

Guilherme Araújo, diretor-geral da Bracell Bahia Crédito: Divulgação

A Bracell planeja ampliar a sua área de preservação até atingir uma proporção de 100 hectares (ha) protegidos para cada 100 utilizados na produção de celulose, até o ano de 2025. Atualmente, a empresa preserva 80 ha, numa proporção que é bastante superior ao determinado pela legislação, destacou Guilherme Araújo, diretor-geral da Bracell Bahia, ontem durante o programa Política & Economia, apresentado pelo jornalista Donaldson Gomes, no Instagram do CORREIO (@correio24horas).

“Para cada hectare plantado, nós queremos ter um de preservação”, ressalta. Segundo ele, esta preocupação da empresa com o meio ambiente e impacto social acompanha a história da operação. “Quando você tem 90 mil hectares plantados, precisa pensar muito no seu manejo florestal, para que tenha o menor impacto possível, nos rios e áreas de preservação”, conta.

Segundo Guilherme Araújo, a história da produção de celulose, de maneira geral, é marcada por uma evolução em relação às preocupações com sustentabilidade. “A celulose começou a se preocupar muito cedo, nós estamos falando aí dos anos 2000, a se preocupar com impactos sociais e ambientais em suas atividades”, lembra. “É algo que está no DNA da atividade”.

Em termos de mercado, a Bracell domina o mercado de celulose solúvel e de viscose do mundo. “A nossa empresa tem um processo bastante verticalizado, que vai deste a madeira até entregar o fio”, destaca Guilherme Araújo. No caso da fábrica da empresa na Bahia, que possui uma tecnologia mais avançada e com processos mais elaborados, a Bracell domina entre 30% e 35% de um mercado que movimenta entre 600 e 700 mil toneladas da celulose solúvel especial.

“Nós (a Bahia) somos um grande player neste mercado. Somos os únicos produtores na América Latina e concorremos com os Estados Unidos, uma parte da Europa e da Ásia, mas posso dizer que enfrentamos essa turma de igual para igual e fazemos melhor que eles”, destaca o executivo. “Toda a tecnologia para a produção desta celulose foi desenvolvida em nossos laboratórios aqui na Bahia”, complementa. Ele lembra que a empresa está presente em 37 municípios baianos, em Camaçari, com uma fábrica, e em outros 36, com unidades florestais.

Entre as operações florestais e industriais, atualmente são 1,8 mil trabalhadores diretos, além de 1,8 mil terceirizados. “Se pensarmos em termos de famílias, estamos falando de mais de 10 mil pessoas impactadas pelas operações da Bracell”, ressalta.

Além disso, toda a movimentação logística do grupo é feita pelo Porto de Salvador, o que faz da Bracell a maior usuária da estrutura na capital baiana. Grande parte é movimentada por contêineres e uma parte menor é escoada em fardos.

A celulose é uma matéria-prima presente na rotina diária da vida moderna, nos mais diversos usos. Seja no papel do jornal, revista, ou livro, passando pelo papel toalha ou higiênico. Além deste uso mais comum, ainda existem a celulose solúvel, que é um produto usado na fabricação de tecidos, como a viscose. “Muitas roupas que nós usamos hoje, possuem uma composição da viscose com o poliéster ou algodão”, explica Araújo.

No caso da especialidade, um material em que a unidade baiana da Bracell concentra 35% da produção mundial, o leque de usos se amplia consideravelmente, completa o diretor-geral da empresa no estado. “A nossa celulose é feita de acordo com a demanda dos clientes”, explica. OS usos vão desde a aplicação em filtros de cigarro, até a fabricação de tecidos para roupas cirúrgicas, cápsulas de medicamentos, batom, o acetato que é usado em óculos, pneus de alta performance, esponjas e até mesmo para dar consistência a alimentos, sem acrescentar gordura.

“Quando a gente pensa na gama de produtos em que a celulose está presente, estamos falando desde uma esponja, usada para lavar roupas até o batom”, destaca.