Camelódromo do Relógio de São Pedro vai acomodar até 80 ambulantes no Centro de Salvador

No local são vendidos itens de vestuário, além de brinquedos e bijuterias

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 6 de março de 2024 às 16:45

Camelódromo foi inaugurado na manhã desta quarta-feira (6)
Camelódromo foi inaugurado na manhã desta quarta-feira (6) Crédito: Marina Silva/CORREIO

Foi inaugurado na manhã desta quarta-feira (6), o novo Camelódromo do Relógio de São Pedro, na Avenida Sete de Setembro, em Salvador. O espaço tem uma área de 282m² e foi projetado para acomodar até 80 ambulantes. No local são vendidos roupas, mochilas, bolsas e outras peças de vestuário, além de brinquedos e bijuterias.

A vendedora ambulante Graciete de Oliveira trabalha no local há 15 anos. Ela conta que a reforma ajudou os camelôs a conservar as mercadorias. “Ficou muito mais prático para a gente. As barracas não tinham proteção antes da reforma, então era necessário cobrir com lona e colocar telas de aço para proteger da chuva e do sol”, afirmou.

O comerciante Gilberto Lima de Brito, mais conhecido como Giba dos Óculos, 58, começou a vender na região em 2005. Ele passou por outros locais do Centro até se estabelecer na Praça Rio Branco. “Eu comecei vendendo bijuterias e agora estou com os óculos. Muito gratificante o equipamento depois de tanto tempo na chuva e no sol. Quando chovia molhava tudo e quando fazia sol queimava a mercadoria”, contou.

O evento contou com a presença do prefeito Bruno Reis e do Secretário Municipal de Ordem Pública, Alexandre Tinôco, além de lideranças da categoria. “Agora, todos aqueles que vêm para esta região da cidade para comprar mercadorias poderão desfrutar do espaço com mais conforto. Tenho certeza que todas essas ações vão aumentar o movimento e incrementar a renda dessas pessoas, que tiram daqui o seu sustento”, afirmou o prefeito.

O presidente da Associação Integrada de Vendedores Ambulantes (Assidivam), Mário Lopes, celebra a entrega do Camelódromo. “Estamos lutando a 10 anos por esse espaço. Muitos já não acreditavam mais que iria acontecer. É mais uma vitória da nossa categoria e dos trabalhadores que foram contemplados com esse projeto”, afirmou.