Dois ônibus são assaltados no Lobato na manhã desta segunda

Segundo o Sindicato dos Rodoviários, as duas ocorrências foram na região do Boiadeiro

Publicado em 12 de fevereiro de 2024 às 09:43

O primeiro ônibus foi assaltado às 3h da manhã.
O primeiro ônibus foi assaltado às 3h da manhã Crédito: Sindicato dos Rodoviários da Bahia/Divulgação

Dois assaltos a ônibus foram registrados na manhã desta segunda-feira (12), em Salvador, no mesmo local. De acordo com o Sindicato dos Rodoviários, os dois aconteceram no Lobato, na região do Boiadeiro.

"Teve um arrastão seguido de assalto às 3h da manhã. Os meliantes foram presos pela Polícia Militar e conduzidos para a delegacia", afirmou o diretor de comunicação do sindicato, Daniel Mota, em entrevista ao CORREIO. Cerca de 20 pessoas compareceram à delegacia para registrar a ocorrência, mas a estimativa do órgão é de que mais passageiros estivessem presentes no coletivo.

Já o segundo assalto teria acontecido na mesma área, em um ônibus da bacia do Subúrbio Ferroviário às 6h da manhã. Não há informações sobre a prisão dos suspeitos deste crime, nem se há ligação entre os dois casos.

Em nota, em relação à primeira ocorrência, a Polícia Civil informou que oito homens foram presos em flagrante, acusados de roubar um ônibus da linha Mirantes de Periperi x Lapa. Eles tinha roubado pertences dos passageiros e foram presos pelo Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivo (Gerrc). Todos seguem custodiados à disposição da Justiça.

Já com relação ao segundo assalto, a Polícia Civil acrescentou que o Gerrc investiga o roubo a um ônibus da linha Paripe x Barra, na Avenida Afrânio Peixoto, no Lobato. O crime foi cometido por três homens. Um deles estava com uma arma, anunciou o assalto e roubou itens pessoais dos passageiros, além da quantia de R$ 113 do caixa do transporte coletivo. Imagens de câmeras de segurança serão analisadas para ajudar na identificação dos autores.

O Sindicato dos Rodoviários informou que está dando apoio aos rodoviários que foram vítimas dos crimes. "Estamos fazendo um apelo à Secretaria de Segurança Pública e hoje, segunda-feira de Carnaval, é preciso ter uma atenção especial nesses setores mais completos. A gente faz um apelo de novo, porque a gente não vai ficar dirigindo ônibus colocando nossas vidas em risco", afirmou Daniel Mota, em um vídeo gravado pelo sindicato.