Feirão em Salvador oferece 3 mil imóveis a partir de R$160 mil

A Semana Minha Casa, Minha Vida vai oferecer descontos que chegam a R$ 55 mil

Publicado em 23 de outubro de 2023 às 20:31

Feirão em Salvador oferece 3 mil imóveis com descontos de até R$ 55 mil
O evento reúne unidades que incluem opções de 1 ou 2 quartos  Crédito: Divulgação

Quem sonha em ter a casa própria terá uma oportunidade de encontrar condições especiais na Semana Minha Casa, Minha Vida, evento marcado para quinta (26), sexta (27), sábado (28) e domingo (29), das 8h às 18h, na sede da Inteligência Imobiliária (IMOB), na Avenida Paralela (Rua Luiz Eduardo Magalhães, s/n, entrada antes do Parque de Exposições). O feirão oferece descontos que chegam a R$ 55 mil, em cerca de 3 mil unidades a partir de R$160 mil.

Os apartamentos estão em áreas como Boca da Mata, Sussuarana, Marechal Rondon, Vila Canária, Pirajá, Pau da Lima, Piatã, Jardim das Margaridas, Retiro, Areia Branca, Camaçari, Lauro de Freitas e Estrada do Coco. Esta edição contará ainda com imóveis usados que estão no programa Minha Casa, Minha Vida.

Dez incorporadoras estão presentes na feira, apresentando empreendimentos de diferentes tipos, tamanhos e preços, prontos para morar, em fase de construção ou os que estão na planta. Contrix, Direcional, Tenda, Gráfico, Concreta, 3I, LSN, Leal, MRV e Sertenge vão levar catálogos de produtos que incluem opções de 1 ou 2 quartos e com lazer completo.

Recentemente, o programa Minha Casa, Minha Vida lançou novas regras com o intuito de ampliar o acesso de pessoas à casa própria. Isso porque quem tem renda de até R$ 8 mil reais passou a ser contemplado no projeto. Houve ainda o aumento do subsídio para aquisição de imóveis - que passou a ser de até R$ 55 mil -, redução da taxa de juros para famílias de baixa renda nas faixas 1 (renda bruta familiar mensal até R$ 2.640) e 2 (renda bruta familiar mensal de R$ 2.640,01 a R$ 4,4 mil), além da criação de subfaixa de renda de até R$ 2 mil, com taxa de juros a partir de 4% ao ano.

Nane Brandão, sócia-diretora da IMOB, explica que para aprovar a pasta do cliente é feita uma análise de crédito a partir das documentações básicas: documento de identificação, comprovante de endereço e de renda. Documentos específicos podem ser solicitados, a depender do perfil de cada um. “Tem ainda os limites do imóvel a ser comprado. No caso dos clientes enquadrados nas faixas 1 e 2 do programa, os imóveis têm os limites de R$255 mil, em Salvador; R$ 245 mil, em Camaçari; R$ 225 mil, em Lauro de Freitas. Clientes da faixa 3, com renda familiar bruta de R$ 4.400,01 até R$ 8 mil, o limite do imóvel é de R$350 mil em todo o território nacional. Teremos assessoria jurídica no feirão para auxiliar e tirar dúvidas”, explicou.