BAHIA

Hacker suspeito pelo maior vazamento de dados do país é preso em Feira de Santana

PF diz que ele é investigado por vazar informações sobre 223 milhões de brasileiros

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 9 de abril de 2024 às 14:35

Um homem suspeito de ser o hacker responsável pelo maior vazamento de dados do Brasil foi preso nesta terça-feira (9), em Feira de Santana, na Bahia. A Polícia Federal diz que o suspeito é investigado por divulgar dados de 223 milhões de brasileiros. 

O homem já havia sido preso, mas estava foragido desde novembro de 2023, quando conseguiu romper e se livrar da tornozeleira eletrônica que era obrigado a usar. Ele foi detido inicialmente como alvo da Operação Deepwater, em março de 2021. 

O vazamento, em 2021, colocou à venda os seguintes dados de brasileiros: CPF, nome, data de nascimento, endereço, fotos de rostos, score de crédito, imposto de renda, escolaridade, dados cadastrais de serviços de telefonia, informações do INSS, do Linkedin e dados relativos a funcionários públicos. 

Ele também já foi alvo de outras operações e invasões. Em 2019, o hacker foi preso na Operação Defaced, realizada pela Polícia Civil, como suspeito de ter invadido os sites da Polícia Civil de Minas Gerais, do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), do Tribunal de Justiça de Goiás e do Exército Brasileiro.

O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 1ª Vara Federal de Uberlândia, em Minas Gerais, e o preso ficará à disposição da Justiça no Centro de Observação Penal, em Salvador.