Irmandade inicia Festa da Boa Morte em Cachoeira, no Recôncavo

Celebração é realizada pela confraria formada por mulheres negras nas ruas da cidade

  • D
  • Da Redação

Publicado em 13 de agosto de 2023 às 14:33

Procissão Noturna da Boa Morte
Procissão Noturna da Boa Morte Crédito: Crédito: Sora Maia

A histórica festa da Irmandade da Boa Morte teve início neste domingo (13), nas ruas de Cachoeira, cidade do Recôncavo baiano. Celebração realizada pela confraria religiosa afro-católica brasileira formada por mulheres negras repete um ritual de mais de 200 anos.

Considerada uma das celebrações religiosas mais relevantes da Bahia, a festa é considerada Patrimônio Imaterial do Estado, desde 2010, preservando e valorizando a manifestação cultural. Reúne cultura e religião, atrai baianos e turistas do país e do mundo. Para a Irmã Neci Santos Leite, “é uma honra fazer parte da Irmandade, uma confraria de mulheres negras, secular e feminista. É algo muito precioso na minha vida, porque eu herdei da minha mãe, Amália da Paz dos Santos Leite. Ela tinha uma vontade imensa de passar de mãe para filha. E isso ela conseguiu. Este ano estou mais feliz ainda por participar da Comissão da festa da Boa Morte”, frisou.

Segundo a prefeita Eliana Gonzaga (Republicanos), a Festa da Boa Morte é uma celebração tradicional de Cachoeira significativa no Brasil. “Ao longo dos anos, o evento tem sido uma manifestação de fé, respeito e solidariedade, lembrando-nos da luta e resistência de nossos antepassados. É uma ocasião para enaltecer os valores da união, respeito à diversidade e amor ao próximo”, disse.

Programação

No primeiro dia de festa, no domingo (13), às 18h30, ocorre o traslado da imagem de Nossa Senhora da Boa Morte, saindo da Capela de Nossa Senhora D´Ajuda. Às 19h, inicia a Missa de Réquiem pelas irmãs falecidas, na Capela de Nossa Senhora da Boa Morte. A Ceia Branca acontece na sede da Irmandade, a partir das 21h.

Na segunda-feira (14), às 19h, ocorre a Missa da Dormição de Nossa Senhora, na Capela de Nossa Senhora da Boa Morte, seguida de uma procissão. Na terça-feira (15), às 6h, inicia a alvorada festiva. Às 10h, começa a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora, na Igreja Matriz do Rosário. Em seguida, ocorre uma procissão e a posse da Comissão para o ano de 2024.

Ao meio-dia, terá valsa e samba de roda no Largo D´Ajuda. Às 13h, ocorre o almoço das Irmãs e no final da tarde, às 17h, outro samba de roda no Largo D´Ajuda.

No penúltimo dia da festa, na quarta-feira (16), será servido, às 18h, um cozido, seguido de samba de roda no Largo D´Ajuda. A festa é encerrada, na quinta-feira (17), com o tradicional caruru e samba de roda, no Largo D´Ajuda.

Exposição

De 12 a 19 de agosto, a Prefeitura de Cachoeira, através da Secretaria de Cultura e Turismo, realiza a Mostra Fotográfica "Irmandade da Boa Morte–1970". As fotos serão expostas no Adro da Capela D’Ajuda.

Feira de Artesanato

A Feira de Artesanato da Bahia está de volta à Cachoeira com uma edição especial dentro da programação da tradicional Festa da Boa Morte, a partir deste sábado (12) até segunda-feira (14), das 14h às 20h, na Praça Dr. Aristides Milton.

O evento vai contar com a participação de artesãos do Território do Recôncavo e Salvador, reunindo os municípios de Cruz das Almas, São Félix, Santo Antônio de Jesus, Saubara, Santo Amaro, São Francisco do Conde, Salvador e Cachoeira.

A realização da Feira de Artesanato da Bahia é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Coordenação de Fomento ao Artesanato da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), em parceria com Associação Fábrica Cultural. O evento conta com apoio da Prefeitura Municipal de Cachoeira.

Feira de Empreendedorismo Negro

Durante o evento, ocorrerá a Feira do Empreendedorismo Negro, promovida pela Secretaria Estadual de Promoção da Igualdade Racial e dos Povos e Comunidades Tradicionais de Cachoeira, Ângela Guimarães, afirma que o fortalecimento do afroempreendedorismo também será destaque durante a Festa da Boa Morte. A Feira também vai ocorrer na praça Dr. Aristides Milton.

“É uma das missões da nossa gestão fortalecer o afroempreendedorismo nas diversas regiões da Bahia por meio da oferta de crédito, criação de uma rede de lojas colaborativas e implementação de um circuito de eventos itinerantes de comercialização. A realização da Feira de Empreendedorismo Negro, em Cachoeira, durante a tradicional Festa da Boa Morte, é parte dessas estratégias”, informou.