Suspeito de liderar facção é preso no Carnaval, mas foge de posto policial em Ondina

Ele foi identificado com ajuda do monitoramento do Comitê Integrado de Inteligência e Análise (CIIA)

Publicado em 12 de fevereiro de 2024 às 13:06

Jeferson Santos Conceição
Jeferson Santos Conceição Crédito: Reprodução

Um suspeito de liderar uma facção criminosa que atual no bairro de Pirajá, em Salvador, foi preso no domingo (11), no circuito Dodô (Barra), mas conseguiu fugir da Central de Flagrantes temporariamente instalada na Avenida Milton Santos, em Ondina. O secretário da Segurança Pública, Marcelo Werner, disse que as equipes policiais estão focadas em localizar o fugitivo e investigar como ele conseguiu escapar. 

Jeferson Santos Conceição, mais conhecido como Gel Burro, foi identificado pelo monitoramento do Comitê Integrado de Inteligência e Análise (CIIA) durante a folia neste domingo. Ele tinha um mandado aberto por homicídio. Uma equipe da Polícia Militar seguiu o suspeito e o prendeu. 

"Ontem, através de um trabalho de inteligência, localizamos no circuito uma das lideranças de uma facção criminosa. A gente tem um trabalho muito grande em relação às facções, esse ano já foram seis lideranças que foram alcançadas e ontem não foi diferente. O indivíduo foi conduzido para a unidade policial, para realização do procedimento, e depois chegou a informação que ele tinha conseguido se evadir", disse Werner, falando à TV Bahia nesta segunda (12). 

O secretário classificou a situação de "inaceitável". "De imediato, essa circunstância é inaceitável. Solicitamos a doutora Heloisa (Brito, delegada-geral da Polícia Civil), e assim foi feito, procedimentos para que nós pudessemos esclarecer o que acontecer, procedimentos foram abertos. E equipes de inteligência e de campo já estão no encalço para poder reconduzi-lo, recapturá-lo, e apresentá-lo à Justiça", acrescentou. 

Ele disse que os procedimentos vão esclarecer como a fuga aconteceu. "E o mais importante de tudo, vamos continuar incansavelmente até alcançar essa liderança e apresentá-la à Justiça". 

Em nota, a Polícia Civil diz que a Corregedoria apura as circunstâncias da fuga. "Uma perícia foi realizada no local e outras diligências são realizadas para localizar o fugitivo".