SUL DA BAHIA

Turista do Rio de Janeiro é morta enquanto pedalava em Porto Seguro

Flavia Costa Barreto, 47 anos, estava com o marido, Marcos Antônio Fonseca Barreto, 58 anos, quando foi surpreendida por um carro em uma estrada de barro

  • Foto do(a) author(a) Elaine Sanoli
  • Elaine Sanoli

Publicado em 15 de maio de 2024 às 18:37

Flavia Costa Barreto, 47 anos, estava com o marido, Marcos Antônio Fonseca Barreto, 58 anos, quando foi surpreendida por um carro em uma estrada de barro Crédito: Reprodução/Redes sociais

Uma turista do Rio de Janeiro foi morta por atropelamento enquanto pedalava com o marido no município de Porto Seguro, no sul do estado. O caso foi registrado na Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur) do município na manhã desta quarta-feira (15). O condutor do veículo já foi identificado e ouvido na unidade. Ele deve ser investigado por homicídio culposo.

Flavia Costa Barreto, 47 anos, e o marido, Marcos Antônio Fonseca Barreto, 58 anos, estavam na Bahia há cerca de uma semana. Na terça-feira (14), eles pegaram bicicletas na pousada em que estavam hospedados e pedalaram até a região das comunidade indígenas Porto do Boi e Xandó, que ficam nas proximidades do distrito de Caraíva.

Por volta das 13h, o casal passava por uma estrada de terra quando o acidente aconteceu.  De acordo com informações da Deltur, Flavia havia se distanciado cerca de 50m do marido, que pedalava à frente, quando foi surpreendida pelo veículo. Segundo o delegado Sinézio Vieira Júnior, o motorista se apresentou na delegacia e prestou depoimento.

O motorista, que é indígena, afirmou que tentou desviar dos turistas, jogou o carro para o lado e bateu em um barranco. O condutor contou ainda que prestou socorro à vítima e que teria parado uma caminhonete para levar a mulher até um posto de saúde em Caraíva, mas ao chegar lá, ela já estava morta. Flávia bateu a cabeça quando caiu da bicicleta. Já Marcos Antônio, o marido dela, não ficou ferido.

Ainda de acordo com o delegado, a bicicleta que Flavia utilizava não possuía sinais de dano. Os veículos foram encaminhados para o Departamento de Polícia Técnica, onde passarão por exames de perícia. O motorista foi ouvido e liberado. A Deltur dará sequência às investigações ouvindo novas testemunhas nos próximos dias. 

Em nota, a Polícia Civil informou que vai apurar o caso como homicídio culposo na direção de veículo automotor.

O corpo da vítima foi levado para a capital fluminense na manhã desta quarta-feira (15).