Morre homem que viveu em 'pulmão de aço' por 70 anos

Paul Alexander morreu aos 78 anos nos Estados Unidos

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 13 de março de 2024 às 07:53

Paul Alexander viveu por 70 anos com pulmão de ferro
Paul Alexander viveu por 70 anos com pulmão de ferro Crédito: Reprodução

Paul Alexander, que vivia com um pulmão de aço, morreu aos 78 anos no estado do Texas, nos Estados Unidos. A morte foi divulgada pela clínica de cuidados médicos onde ele vivia, mas sem detalhes sobre a causa.

Paul vivia no aparelho desde 1952, quando contraiu poliomielite, doença que o deixou paralisado do pescoço para baixo. Ele chegou a fazer faculdade de Direito e foi um autor publicado.

Ele foi a primeira pessoa a se formar no ensino médio em Dallas sem nunca ter assistido às aulas pessoalmente. Também foi aceito na Southern Methodist University em Dallas, mas ingressou na faculdade de direito na Universidade do Texas, em Austin.