Sob protestos, zoológico da Dinamarca realiza dissecação de leão em público

Cerca de 400 pessoas, entre elas muitas crianças, assistiram a ação que, segundo a equipe do parque, teve fins didáticos

Publicado em 15 de outubro de 2015 às 16:03

- Atualizado há 10 meses

A equipe de um zoológico na Dinamarca dissecou em público um leão que havia sido sacrificado há alguns meses. O procedimento foi realizado nesta quinta-feira (15) e ocorreu sob forte campanha contra a realização do ato.

Cerca de 400 pessoas, entre elas muitas crianças, assistiram a ação que, segundo a equipe do parque Odense, teve fins didáticos. Uma petição chegou a reunir 130 mil assinaturas para impedir a dissecação, porém, não foi suficiente.(Foto: AFP)"Fazemos isso porque faz parte de um grande pacote de difusão de conhecimentos. Ver um animal morto é algo grandioso para todos", declarou a zoóloga Nina Collatz Christensen.

Segundo ela, essa é uma oportunidade que o público tem de ver de perto os órgãos de um mamífero. "No mercado você não vê porcos e bois, você só vê a carne picada. Aqui se tem uma melhor compreensão da vida e da morte dos animais", afirmou.

Há pouco mais de um ano, o zoo de Copenhague foi alvo de polêmica após anunciar o sacrifício de uma girafa para evitar problemas de consanguinidade. Mesmo motivo, inclusive, que levou ao sacrifício do leão e seus dois irmãos, que foram mortos em fevereiro para reduzir a população e o risco de acasalamento entre animais aparentados.