15 toneladas de óleo são retiradas na Praia da Pituba e no Jardim dos Namorados

salvador
16.10.2019, 20:17:00
Atualizado: 16.10.2019, 20:52:51
(Arisson Marinho/CORREIO)

15 toneladas de óleo são retiradas na Praia da Pituba e no Jardim dos Namorados

Outras 7 toneladas e 660 quilos foram retirados de outras praias

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um balanço divulgado pela Limpurb às 20h desta quarta-feira (16) estima que 15 toneladas de óleo foram retiradas da Praia da Pituba e do Jardim dos Namorados durante todo o dia. Além disso, outras 7 toneladas e 660 quilos da substância foram recolhidas das praias Jardim de Alah, Boca do Rio, Stella Maris e Praia do Flamengo. A pesagem do material recolhido ainda não foi concluída.

O óleo se espalhou no litoral nordestino desde setembro e chegou a Salvador na última quinta (10). No bairro da Pituba, as pelotas de petróleo foram encontradas na manhã desta terça-feira  (16), num trecho de cerca de 800 metros na altura das ruas Piauí e Pará. As manchas também voltaram a aparecer nas praias do Jardim de Alah e no Jardim dos Namorados. 

Foto: Arisson Marinho/CORREIO

O recorde do material encontrado no estado, até o momento, é em Baixio, no Litoral Norte, quando foram retiradas 18 toneladas do petróleo cru. Em Salvador, a praia mais atingida foi a da Pituba. Até esta manhã, apenas 37 quilos de material havia sido recolhidos na capital baiana.

Os resíduos recolhidos estão sendo colocados em sacos e levados para a sede da Limpurb, em Pirajá. Lá, eles serão alojados em contêineres e estudado e, só depois levado pelo Instituto Brasileiro de  Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).  Cerca de 80 agentes de limpeza fizeram o trabalho de retirada do material na Pituba. Equipes da Marinha do Brasil também atuaram na limpeza da área.

Até o momento, oito cidades baianas foram afetadas pelo petróleo cru. Com a extensão da mancha, o governo baiano decretou situação de emergência no estado na última segunda-feira. Com o decreto, seis cidades atingidas podem receber recursos e contratar serviços sem licitação: Camaçari, Conde, Entre Rios, Espalanada, Jandaíra e Lauro de Freitas. Segundo informações do Tamar, o óleo já matou, pelo menos, dez filhotes de tartarugas no estado.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas