23% dos trabalhadores vão usar 13º salário com presentes de Natal, diz pesquisa

brasil
21.11.2018, 08:48:35

23% dos trabalhadores vão usar 13º salário com presentes de Natal, diz pesquisa

Apenas 11% vão priorizar pagamento de impostos e tributos de início de ano

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) mostra que dois em cada dez (23%) trabalhadores que vão receber o 13º salário devem usar parte do dinheiro para comprar os presents de Natal. 

Mas outra parcela significativa dos trabalhadores, cerca de 27% vai usar o dinheiro para poupar ou investir. A pesquisa mostrou ainda que 17% dos trabalhadores pretendem utilizar o dinheiro extra para quitar dívidas que estão em atraso. 

Dos entrevistados, 16% vão gastar o recurso durante as festividades de Natal e Ano Novo e 13% que vão pagar despesas essenciais da casa, como contas de água e luz. Outra alternativa que aparece com menos força (11%) é guardar o dinheiro extra para cobrir tributos e impostos típicos de início de ano, como IPTU e IPVA, por exemplo.

De acordo com o SPC, inicialmente foram ouvidas 761 pessoas nas 27 capitais para identificar o percentual de quem pretendia ir às compras no Natal e, depois, a partir de 607 entrevistas, investigou-se em detalhes o comportamento de consumo no Natal. A margem de erro é de 3,5 e 4,0 p.p, respectivamente, para um intervalo de confiança de 95%.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas