5 detalhes para retirar da sua escrita e deixar os textos mais hipnotizantes

vanessa brunt
18.01.2022, 05:01:00

5 detalhes para retirar da sua escrita e deixar os textos mais hipnotizantes

Não é necessário explicar ou descrever tudo ao leitor. Muita coisa pode ser subentendida em uma única palavra, frase ou parágrafo: o que dá uma dinâmica muito melhor ao seu texto e "prende" mais a atenção. Por isso, durante a elaboração da sua escrita, tenha sempre em mente que serão necessárias duas coisas: revisão e edição.

Isso não é apenas sobre corrigir possíveis erros, mas também cortar ou trocar palavras até que só permaneça o que for necessário e mais atrativo/objetivo. Quando a poda é bem feita, o texto tende a crescer vigorosamente em objetividade, clareza e concisão. Observe:

1. Cortar emoções pode fortalecer emoções! Use mais ações para descrever as sensações. Veja:

“Com raiva, Camila saiu e fechou a porta bruscamente.”

Por que bruscamente? Já não foi informado que ela estava com raiva? Que tal enxugar essa frase sem perder o sentido:

“Camila bateu a porta.”

A informação de que Camila bateu a porta — e não só a fechou — por si só distingue a condição emocional dela. Assim, a frase ganha força em um texto mais enxuto e atrativo, que dá espaço para que outras emoções apareçam em novas ações dos personagens.

Outro exemplo, que mostra a força de explicar mais pelo meio das ações:

“Pedro, de quase dois metros, entrou na sala. Ele era enorme como um touro.”

Cansativo, não? Vamos resumir a ideia com resumo em ação:

“Pedro precisou se curvar para poder passar pela porta da sala."

A simples menção de que Pedro precisou se curvar (para poder passar) já remete ao fato da sua altura elevada.

2. Não use tantos adjetivos!

Utilizar muitos adjetivos pode acabar enfraquecendo o texto. Detalhar bem (e de uma forma cativante) pode ser, justamente, o oposto disso. O ideal é substituir esses adjetivos por detalhes e exemplos – criando melhor uma imagem mental para quem estiver lendo.

O ERRADO: Perceba como as pessoas costumam escrever (com adjetivos demais):
"Sempre fomos muito bons em cozinhar, mas éramos péssimos em empreender. Por isso, chamamos o Valdir para a sociedade, que é ótimo nessa parte e é o nosso gerente hoje."

O CORRETO: Substituindo os adjetivos por exemplos e "imagens visuais", ficaria assim:

"Todos os dias, acordávamos e íamos logo para a cozinha, fazíamos doces e salgados até o anoitecer. Quando a nossa família sentia aquele cheirinho, já vinha correndo também.

Elisa, nossa filha mais nova, sempre pedia mais e falava que devíamos abrir um negócio.  A receita favorita dela era o rocambole rosa.

Mas sempre que tentávamos organizar as contas, a nossa mente ia para outro lugar: de volta para o fogão.

Um dia vimos o Valdir, que desde pequeno adorava fazer contas(...)."

3. Pare de grudar duplas de verbos!

Algumas duplas que você já deve ter visto:

“Este projeto pretende discutir o impacto causado pelas mudanças de layout”.

A língua portuguesa é rica, basta encontrar a palavra que diz o que se precisa, sem usar dois verbos grudados! Veja:

“Este projeto analisa o impacto causado pelas mudanças de layout”.

Mais um exemplo:

“Joana deve anunciar seu novo cargo para a equipe após a reunião”. (Novamente, dois verbos grudados)

Uma forma ideal de usar só uma palavra para resumir aquelas duas seria:

“Joana anunciará seu novo cargo após a reunião”.

Assim, fica a dica também para trocar duas palavras por uma... Mais exemplos:

“Colocar ordem nas ideias” = ordenar ideias.

“Fazer um discurso” = discursar.

"Repensar o plano": replanejar.

Sempre analise se não existe uma palavra única que poderia substituir as várias que está utilizando.

4. Tire as frases maiores: use mais pontos!

Quanto mais pontos (ao invés de vírgulas) der para usar, melhor! O imperativo dá mais ênfase à sua escrita.

Já falamos nas aulas do Clube sobre a importância de dividir melhor os parágrafos e fazê-los mais curtos. A mesma coisa ocorre com frases: quanto mais der para cortá-las (com vírgulas e, principalmente, pontos: melhor).

Veja: "Ao invés de dar reclamar; faça melhor."

Seria melhor (com imperativo):

"Pare de reclamar. Faça melhor."

5. Cuidado com a falta de dados nos conteúdos. Tire o ego! Foque em fatos (mesmo que em tramas com personagens criados).

Evite aumentar o ego e deixar dúvidas (sempre especifique o máximo possível cada detalhe).

Veja um exemplo errado:

"Somos o melhor restaurante de São Paulo. A nossa entrega é rápida e o nosso time é extremamente qualificado para fazer as receitas saudáveis que você precisa ter."

O exemplo dado gera várias dúvidas:

1. Quem disse que esse é o melhor de SP?

2. A "entrega rápida" tem qual prazo estipulado?

3. O "time é qualificado" como? São nutricionistas, fizeram um curso, são premiados...?

O ideal seria com dados claros e específicos:

"É o segundo ano em que somos o restaurante vencedor do Prêmio Melhores do Ano da revista Exame. Só temos a agradecer! Aproveitamos para lembrar que, com o nosso time de chefs e nutricionistas, você vai ter receitas realmente saudáveis e confiáveis. E não para por aí! O nosso Delivery faz a entrega em, no máximo, 20 minutos. Você recebe na sua casa sem demoras e com a garantia de devolução caso atrasos ocorram."

➨ ATENÇÃO! Isso não significa ter um texto ou um vídeo mais longo, mas sim selecionar bem a forma de elaboração. Você poderia escolher um tema para cada post (ou capítulo de livro) do restaurante, por exemplo: um post ou capítulo sobre ser premiado mais uma vez, outro sobre os especialistas nutricionistas, outro sobre o delivery e assim teria dados claros e textos enxutos, além de mais conteúdos.

EXTRA: quer saber mais? Então faça parte do Clube Acelerados 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas