7 vinhos levinhos para seu Verão

paula theotonio
23.01.2021, 16:00:00

7 vinhos levinhos para seu Verão


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Chega a época mais quente do ano e, com ela, uma pequena mudança de hábitos. Deixamos de lado os tintos encorpados e abrimos espaço para bebidas leves, que harmonizam com alimentos de igual proposta.  Ou sequer pensamos em harmonização: só queremos um rótulo descomplicado para acompanhar programações ensolaradas, como um dia na piscina ou à beira-mar. E ele precisa descer redondo! 

Um bom vinho de Verão 
O denominador comum para todo e qualquer vinho de Verão é o frescor. Esta característica é amplamente encontrada em brancos, rosés e tintos jovens sem estágio em barricas de carvalho e com menor teor alcoólico.  

Esta sensação refrescante está diretamente ligada à acidez desenvolvida pela uva em sua maturação. Algumas delas já são naturalmente mais ácidas, como Sauvignon Blanc, Arinto, Alvarinho, Gamay, Pinot Noir, Barbera e Sangiovese. 

Essa característica, no entanto, se torna ainda mais destacada quando a frutinha vinífera é cultivada em uma região fria. Calma que eu explico! 

O terroir – ou o conjunto formado por solo, clima e saber-fazer humano – de uma determinada região é determinante no sabor das uvas. Frutas cultivadas em territórios quentes tendem a amadurecer mais rapidamente, resultando em vinhos mais alcoólicos.  

Já as que crescem e são colhidas em regiões mais frias amadurecem lentamente, originando bebidas com maior acidez e até mineralidade. São regiões frias: Campanha Gaúcha (Brasil); litoral do Chile; Patagônia; Nova Zelândia; Vinhos Verdes, em Portugal; Piemonte e Vêneto, na Itália; e Champagne, Alsácia, Bordeaux e Borgonha, da França.  

Outro componente desta equação refrescante é a altitude, que expõe a uva a uma maior amplitude térmica entre o dia e a noite. Enquanto a alta incidência solar do dia contribui para uma maturação plena, o frio noturno permite uma maior conservação da acidez.  

É verdade que terroirs altos tendem a gerar vinhos concentrados e complexos, mas também são bastante suculentos. São bebidas que, na minha humilde opinião, caem melhor em noites mais intimistas de verão. E onde encontramos facilmente essas características? Serra Catarinense e Campos de Cima da Serra, no Rio Grande do Sul; Salta e Vale de Uco/Luján de Cuyo (Mendoza), na Argentina; Elqui e Alto Maipo, no Chile. 

A seguir, alguns vinhos fresquinhos para seu Verão:

Becas Sparkling Joy Blanc (R$ 13,90 no MeuVinho.com.br) 
Uma delicinha de frisante meio seco, 100% Chardonnay da Serra Gaúcha. Descomplicado, é ideal para tomar direto da latinha em um passeio de lancha, dia na piscina ou para acompanhar um almoço leve. 

Miolo Chardonnay 2019 (R$ 49,90 em diversos locais) 
Equilibrado e macio, este varietal traz aqueles aromas de abacaxi, maçã verde e um pouquinho de mel que a gente adora encontrar nos chards jovens. Prove com sushi!

The Wine System Viuranus D.O. Navarra 2019 (R$ 64,59 na Wine.com.br)
Elaborado com as uvas Viura (também conhecida como Macabeu) e Chardonnay, é um branco bem cítrico, com aroma bem presente de abacaxi. No paladar é fresco, mas também muito macio. Excelente companhia para peixes, frutos do mar e comidas de dendê.

Quinta da Neve Rosa da Neve (R$ 69 na Decanter Salvador) 
De São Joaquim (SC), este rosé fresco e brilhante é elaborado com um corte de Cabernet Sauvignon, Merlot e Sangiovese. Tem aromas encantadores de flores e frutas vermelhas, como morango. No paladar se confirma o caráter frutado e floral, com um suave toque mineral. Ideal para um almoço leve de domingo!

Erasmo Garnacha Alicante 2016 (R$ 136 no DaGirafa.com.br) 
Suculento, traz intensos aromas de frutas vermelhas frescas e nuances sutis de avelãs tostadas, resultantes do estágio em carvalho francês por três meses. Uma companhia perfeita para uma tábua de frios!

Soalheiro Rosé 2018 (R$ 279,39 na Mistral.com.br)
Da Região de Vinho Verde, este rosé é elaborado com um corte de Alvarinho e Pinot Noir. O resultado é algo que lembra os famosos rosados da Provence, principal- mente na cor e na ligeira nota mineral. Mas é ainda mais fresco e bastante equilibrado. Um vinhaço!

TRAPI Savage Pinot Noir 2018 (R$ 173 no DaGirafa.com.br) 
Este tinto leve e mineral da Patagônia chilena exala intensos aromas de frutas vermelhas frescas, característica que se confirma no paladar. Vai bem da beira da piscina ao jantar com amigos.


Bônus

A Almacen Pepe  selecionou alguns combos de vinhos de Verão. Destaque para o kit de brancos ibéricos de R$ 304,73 por 195, contendo o famoso Aveleda Casal Garcia (Vinhos Verdes, Portugal), o Vionta Albariño  (Rías Baixas, Espanha) e Serras de Azeitão Bacalhôa (Setúbal, Portugal).


E por que não fazer drinks? 

Seu vinho de Verão também pode sair de personagem principal para coadjuvante em um drink fantástico. Abaixo, trago duas sugestões das sommelières Paula Daidone e a Cibele Siqueira, do e-commerce Wine:

Pink Josephine

  • Ingredientes

3 morangos, 1 pedaço de manga, vinho branco e espumante brut.

  • Preparo

Em uma taça de martini, coloque o gelo, as frutas picadas, o vinho branco e adicione o espumante. Decore como preferir e sirva.  

Sugestões das sommelières: Espumante Louis Bouillot Blanc De Noirs Brut (R$ 104,90) e D. Joana White (R$ 27,12).

New York Sour 

  • Ingredientes

60 ml de Bourbon; 25 ml de suco de limão siciliano; 25 ml de xarope de açúcar e 15 ml de vinho tinto seco. 

  • Preparo

Para o xarope de açúcar, misture 1 xícara (chá) de açúcar refinado e coloque em 1 xícara (chá) de água morna. Leve ao fogo, mexendo até levantar fervura. Cozinhe de 2 a 3 minutos e desligue. Deixe esfriar. Para montar o drink, coloque o Bourbon, o suco de limão siciliano e o xarope de açúcar em uma taça grande. Mexa bem. Finalize com o vinho tinto, decore a taça como preferir e sirva.  

Sugestões das sommelières: Seremos Malbec 2020 (R$ 37,53) e Navegar Sin Mar Malbec 2020 (R$ 36,35).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas