A importância da valorização da residência

colunistas
05.07.2018, 05:00:00
Atualizado: 05.07.2018, 06:20:57

A importância da valorização da residência

Por Geraldo Cordeiro*

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A casa é o nosso principal ambiente, um bem que deve ser valorizado, tanto pela qualidade de vida que pode nos proporcionar quanto pela importância de se manter em dia um dos nossos maiores patrimônios. No contexto atual, mantê-la em condições apropriadas e saber equipá-la são investimentos que valem a pena. No aspecto do bem-estar, a residência deve ser um ambiente agradável e funcional.  

Algumas orientações contribuem para a sua manutenção e valorização, facilitadas pela disponibilidade que a vasta rede do setor de material de construção nacional oferta e com um parque industrial que tem estado comprometido com o desenvolvimento de produtos atualizados com as últimas tendências mundiais.  

Na estação atual, de maior incidência de chuvas, a impermeabilização se torna uma questão fundamental, e deve ser feita preventivamente, com produtos adequados.  A água que se infiltra pode afetar  o concreto, internamente produz o aumento da umidade, gerando mofo e intensifica o risco de comprometer as instalações elétricas.  Por isso, é essencial evitá-la ou eliminá-la assim que surge, através do uso dos produtos apropriados com a correta aplicação, que é tão importante quanto o produto certo.  

A umidade é um dos principais problemas que afetam as residências, e é justamente por essa razão que o trabalho preventivo deve ser feito, pois não somente gera consequências para o imóvel, como, principalmente, às pessoas.  E associado a esse contexto,  o aspecto da saúde se torna prioritário.  O mofo, resultado da infiltração, é um dos maiores vilões para o ser humano e um elemento que provoca alergias. Vemos aí como a questão da qualidade de vida está também diretamente ligada à prevenção e ao uso de produtos impermeabilizantes.   

As consequências da infiltração não somente  afetam à saúde das pessoas, principalmente crianças, ela vulnerabiliza a estrutura do imóvel, como já mencionamos: o concreto, vigas, as instalações elétricas, o reboco e a pintura.  Tudo isso pode ser evitado antecipadamente, dando atenção à manutenção, com o cuidado especial que envolve as impermeabilizações. 

A sua aplicação se dá principalmente na estrutura externa, onde há a maior exposição à agua, mas atualmente já se aplica internamente, uma prática que vem sendo feita e que dá mais resistência às paredes e a pintura.  Portanto, dentre os vários detalhes que estão relacionados a um imóvel, particularmente em sua manutenção,  impermeabilizar é um dos mais importantes. E, com isso, aumenta  sua proteção e durabilidade.  

*É presidente da Associação de Comerciantes de Material de Construção da Bahia (Acomac-Ba).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas