ABI e OAB-BA sorteiam posições de candidatos em debate

salvador
28.10.2020, 20:03:27
Atualizado: 28.10.2020, 20:10:45
(Foto: Joseanne Guedes)

ABI e OAB-BA sorteiam posições de candidatos em debate

O evento acontece no dia 4 de novembro, às 20h

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Assessores dos candidatos à Prefeitura de Salvador foram, nesta quarta-feira (28), à sede da Associação Bahiana de Imprensa (ABI) para participar do sorteio dos púlpitos do debate que será realizado pela ABI, em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil/Seção Bahia (OAB-BA), no dia 4 de novembro.

O debate acontece às 20h, no Centro Histórico da capital baiana e é uma oportunidade para os postulantes ao Palácio Tomé de Sousa apresentarem suas propostas para a cidade. Além da transmissão ao vivo pelas redes sociais das entidades realizadoras, o evento conta com o reforço de veículos de comunicação de Salvador, convidados para divulgação e retransmissão.

A jornalista Suely Temporal, que vai mediar o debate, foi quem conduziu o sorteio de púlpitos. Temporal e Amália Casal Rey representaram a diretoria da ABI na reunião. O jornalista Paulo Fortes, assessor de comunicação da OAB-BA, representou a entidade.

Participaram do sorteio Sueli Araújo, de Olivia Santana (PCdoB-PP); Rafael Ribeiro, de Cezar Leite (PRTB); Luan Santos, de Bruno Reis (DEM/PDT); José Calasans, de Celso Cotrim (Pros); Ícaro Souza, de Major Denice (PT/PSB); Eric Souza, de Rodrigo Pereira (PCO); e Danielle Soares, de João Bacelar (Podemos/Rede/PTC). 

Os representantes dos candidatos Hilton Coelho (PSOL) e Pastor Sargento Isidório (Avante/PSD/PMB) justificaram a ausência e avisaram que os candidatos estão de acordo com as posições que receberam no auditório.

Durante o debate, a ABI homenageará o jornalista Samuel Celestino, ex-presidente da Diretoria Executiva e da Assembleia-geral da instituição. “Este debate carrega muitas importâncias e significados, seja pelo momento vivido pelo país, seja pelo tributo que fazemos à trajetória do maior nome do jornalismo político baiano. Quando dedicamos, OAB-BA e ABI, este debate a Samuel Celestino, estamos também reconhecendo e homenageando todos os colegas que trabalham na cobertura dos fatos políticos”, destacou Ernesto Marques, presidente da ABI.

O dirigente também comemorou a recepção de veículos de comunicação convidados para integrar um pool de retransmissão do debate. “A adesão maciça ao convite para formação do pool multimeios para divulgação, retransmissão e repercussão do debate, expressa o compromisso da comunicação baiana com a nossa terra. Esta bela demonstração de união por Salvador simboliza a energia potencial de profissionais e empresas e sua enorme capacidade de movimentar grandes causas”, afirmou o jornalista.

Para o presidente da OAB-BA, Fabrício Castro, “o debate eleitoral é um instrumento da democracia”. Segundo o advogado, a discussão de ideias e a exposição dos candidatos permitem que os eleitores tenham mais e melhores condições de escolher seu candidato para a Prefeitura Municipal de Salvador. “Vamos fazer o debate com todos os cuidados de higiene e biossegurança que esse momento de pandemia exige e temos certeza que a grande vencedora da noite será a democracia”, avaliou.

Estrutura e regras
De acordo com Ernesto Marques, o auditório será adaptado para o debate, visando a garantia das medidas contra a covid-19. Cada candidato levará apenas uma pessoa ao Edifício Ranulfo Oliveira, as diretorias da ABI e da OAB-BA não estarão no local.

Portas e janelas do auditório permanecerão abertas. Por causa da pandemia, não será permitido o acesso de pessoas não credenciadas. A cobertura jornalística no local ficará por conta da ABI e da OAB-BA. “Os sorteios serão realizados na hora, para dar mais emoção e menos previsibilidade. Nosso desejo é que transcorra com o máximo de liberdade, inclusive na escolha dos temas, ênfase em propostas”, explicou Marques.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas