Abraham Weintraub fica em silêncio ao depor para Polícia Federal

brasil
29.05.2020, 17:44:58
Atualizado: 29.05.2020, 17:55:57
(AFP)

Abraham Weintraub fica em silêncio ao depor para Polícia Federal

Weintrabu chamou ministros do STF de 'vagabundos' e defendeu a prisão deles

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O ministro Abraham Weintraub ficou em silêncio durante depoimento prestado à Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (29) no Ministério da Educação. Ele não respondeu às perguntas durante depoimento que faz parte das investigações do "inquérito das fake news", aberto pelo Supremo Tribunal Federal.

O ministro do STF Alexandre de Moraes, que é responsável pelo inquérito que apura a disseminação de notícias falsas e ameaças aos ministros do tribunal, determinou que Weintraub fosse ouvido.

Na reunião ministerial de 22 de abril, que teve vídeo divulgado na semana passada, Weintrabu chamou ministros do STF de 'vagabundos' e defendeu a prisão deles. "Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas