Acidente em Maraú: mulher morre e 9 ficam feridos em queda de jatinho

bahia
14.11.2019, 17:00:00
(Dudu Face/Camamu Notícias)

Acidente em Maraú: mulher morre e 9 ficam feridos em queda de jatinho

Aeronave pertence ao bilionário mais discreto do país, José João Abdalla Filho, de 74 anos, que está em Nova York

Uma mulher morreu carbonizada após um avião cair durante o pouso na pista do resort Kiaroa Eco-Luxury Resort, na praia de Barra Grande, distrito de Maraú, na região sul da Bahia, nesta quinta-feira (14).

Segundo informações da assessoria de comunicação da prefeitura da cidade, o acidente ocorreu pouco depois das 14h e deixou ainda outros nove feridos. Até às 15h, não havia informações de mortos, mas, por volta das 16h30, a prefeitura confirmou que uma mulher morreu e outras nove pessoas ficaram feridas, entre elas uma criança. As vítimas não tiveram nomes e idades divulgadas.

A Polícia Civil informou que equipes da Delegacia Territorial (DT) de Maraú realizam os levantamentos iniciais sobre a queda do avião. "A unidade expediu a guia de remoção da vítima fatal", diz a nota.

Ainda conforme a prefeitura de Maraú, parte dos sobreviventes tem ferimentos graves. Eles foram levados ao posto de saúde de Barra Grande e depois trazidos de avião para Salvador. A prefeitura também informou que todas as pessoas que estavam na aeronave - um bimotor Cessna C550, de prefixo PT- LTJ - conseguiram sair antes do fogo tomar conta do avião totalmente.

Jatinho de luxo antes da queda
(Foto: Divulgação)

Em contato com o CORREIO, o empresário Tiago Resende, 40 anos, que testemunhou o acidente, contou que escutou um forte estouro antes da aeronave cair. Depois só avistou fogo e uma fumaça preta. "Ouvi o estouro e um barulho de uma coisa arrastando. Depois, quando virei, só uma fumaça bem escura e muito fogo", afirmou ele, que estava em um terreno próximo ao que ocorreu o acidente. 

Leia mais: Jatinho de luxo que caiu em Maraú pertence ao bilionário mais discreto do país

Resende chegou a ficar a cerca de 200 metros da aeronave e viu uma equipe do resort prestar os primeiros socorros às vítimas. "Tentei chegar próximo para socorrer, caso tivesse alguém, mas o fogo estava muito grande e tinha uma cerca impedindo a passagem. Não tinha condição nenhuma de chegar mais perto. Vi o pessoal do hotel dando suporte e vi que uma pessoa ferida, mas não sei dizer se ela estava na aeronave. Ela estava em pé”, afirmou. Tiago disse ainda que chegou a ouvir outras explosões pequenas quando se aproximou do avião.  

Ainda não há confirmação sobre o total de pessoas que estavam no avião e nem sobre o que provocou a queda da aeronave.

Conforme registro da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o avião, um bimotor Cessna C550, de prefixo PT- LTJ, é de propriedade do empresário José João Abdalla Filho, mais conhecido como Juca Abdalla, dono do Banco Clássico. Ele não estava na aeronave.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas