Acima do peso, Marco Antônio perde espaço e Roger cobra profissionalismo

e.c. bahia
24.08.2020, 11:06:00
Atualizado: 24.08.2020, 11:21:56
Técnico elogiou as atuações do atacante no Campeonato Baiano, onde chegou a marcar 3 gols (Felipe Oliveira/EC Bahia)

Acima do peso, Marco Antônio perde espaço e Roger cobra profissionalismo

Atacante não foi relacionado para os dois últimos confrontos do Bahia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um dos destaques do Bahia na conquista do tricampeonato baiano, o atacante Marco Antônio deixou de ser relacionado nos dois últimos jogos do tricolor no Brasileirão. Segundo apuração do CORREIO, o motivo que deixou Marco fora até do banco de reservas nas partidas contra São Paulo e Ceará foi sua forma física. O jogador se encontra acima do peso considerado ideal pela comissão técnica.

Perguntado sobre a ausência do atleta, o técnico Roger Machado não entrou em detalhes, mas cobrou profissionalismo de Marco Antônio para que possa retornar aos planos: “Tem um ano e meio que estou aqui e cobro muito a questão do profissionalismo do Marco. Muito embora tenha entrado bem nos jogos do estadual, precisa melhorar, ser um profissional melhor, se dedicar melhor nos treinos, no dia a dia, cuidar de sua parte física para que consiga produzir. Então por isso a escolha do Marco ficar fora e eu ter outras opções para esses dois jogos”, afirmou.

Nas duas primeiras partidas que esteve no banco, o atacante foi utilizado no segundo tempo contra o Coritiba, quando entrou aos 30 minutos. Já no duelo contra o Red Bull Bragantino, ficou no banco e viu o Bahia vencer por 2x1. Em 2020, foram 10 partidas disputadas por ele e 3 gols marcados, todos após a retomada do futebol. 

A pandemia, aliás, foi um fator importante para o retorno de Marco Antônio aos gramados, já que durante as partidas realizadas antes da paralisação ele estava lesionado. 
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas