Adolescente acusado de estuprar e matar criança de 10 anos é apreendido

salvador
20.05.2018, 11:07:00
Atualizado: 20.05.2018, 13:31:33

Adolescente acusado de estuprar e matar criança de 10 anos é apreendido

Jovem foi localizado por policiais militares no Centro de Mata de São João

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um adolescente de 17 anos acusado de ter estuprado e matado uma criança de 10 anos em Camaçari foi apreendido por volta das 23h de sábado (19), no Centro de Mata de São João. A informação foi confirmada em nota pela Polícia Militar.

A ação aconteceu quando policiais militares da 53ª CIPM realizavam um patrulhamento de rotina no Centro de Mata de São João. Ao suspeitarem de um veículo modelo Gol preto com quatro pessoas, os agentes abordaram o carro e realizaram busca pessoal nos ocupantes, quando descobriram se tratar do adolescente acusado de homicídio, acompanhado de parentes.

Depois de ter sido apresentado na Delegacia de Mata de São João, o adolescente foi encaminhado para a 18ª delegacia, em Camaçari. O CORREIO tentou contato com a delegacia, sem sucesso. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA) informou que o autor do crime será apresentado nesta segunda-feira (21), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), às 10h30. O diretor do DHPP, delegado José Bezerra, e a titular da 4ª DH/RMS, delegada Maria Thereza, vão apresentar os detalhes da investigação que resultou na captura do adolescente.

Entenda o caso
Milena Alves, 10 anos, foi estuprada e morta na casa onde morava com a mãe e o irmão de 4 anos, no bairro Gleba A, em Camaçari, Região Metropolitana de Salvador (RMS). O corpo da vítima foi encontrado pela própria mãe na quinta-feira (17), por volta das 17h30, com marcas de asfixia.

"Eu e ela éramos duas em uma, a gente conversava só no olhar. E agora acabou", lamentou a mãe da menina, Ana Conceição Alves. "Me acorda desse pesadelo, eu não sei o que fazer", implorou para uma amiga durante o enterro da filha. O corpo de Milena foi enterrado na tarde deste sábado (18), em Camaçari, e a mãe da menina teve de ser amparada durante o velório.

Milena costumava sair de casa pela manhã para ir à escola com a mãe e voltava por volta das 12h, no ônibus da prefeitura. Ela ficava em casa sozinha durante a tarde, enquanto a mãe estava no trabalho, e saía por volta das 16h30 para buscar o irmão de 4 anos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas