Alimentos sobem e inflação de janeiro em Salvador é a terceira maior do país

salvador
23.01.2020, 10:56:00

Alimentos sobem e inflação de janeiro em Salvador é a terceira maior do país

IPCA da capital baiana atingiu o número de 0,89% no mês

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quinta-feira (23) a prévia da inflação (IPCA) para o mês de janeiro. Na Região Metropolitana de Salvador (RMS) o número ficou em 0,89%, sendo a terceira maior do Brasil no período.

Apenas Belém (1,13%) e São Paulo (0,90%) tiveram números mais altos. Mas, apesar no alto índice quando comparado a outros estados, em Salvador a inflação desacelerou em relação a dezembro de 19, quando atingiu o patamar de 0,97%.

Na prévia de janeiro, os alimentos (2,39%) se mantiveram como a principal pressão inflacionária da RMS, ainda puxados fortemente pelas carnes (5,13%). Em segundo lugar, vieram os transportes (1,09%), sob influência da gasolina (3,03%).

Já atuando no sentindo contrário, as deflações que frearam o aumento dos preços foram vistas, principalmente, no grupo de habitação, que registrou queda pelo segundo mês seguido, com o número de -0,38%. A energia elétrica também ficou mais barata, reduzindo -4,01%. 

Com o resultado de janeiro, no acumulado em 12 meses o IPCA-15 da Região Metropolitana de Salvador ficou em 3,86%, acelerando em relação ao acumulado no ano de 2019 (3,77%), mas ainda abaixo da média nacional (4,34%). A RMS tem o terceiro menor IPCA acumulado em 12 meses, dentre as 11 áreas pesquisadas, ficando acima apenas da RM Rio de Janeiro (3,48%) e de Brasília (3,56%).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas