Alok chora ao abraçar mãe de fã que morreu aos 19 anos: 'Não deu tempo'

em alta
15.05.2022, 13:07:00
(Reprodução)

Alok chora ao abraçar mãe de fã que morreu aos 19 anos: 'Não deu tempo'

Encontro emocionante aconteceu no Altas Horas

O DJ Alok foi às lágrimas com o emocionante encontro com a mãe de um fã do artista que morreu no ano passado, com apenas 19 anos. Os dois se abraçaram no Altas Horas, exibido na noite do sábado (14) na TV Globo.

A mãe, Poliana, estava na plateia e pediu a palavra. Ela contou que o filho era muito fã de Alok. "Ele era seu fã, mas não deu tempo de te conhecer. Receba o abraço do meu filho. Ele te admirava e não teve tempo de poder curtir", disse ela.

O DJ se levantou e abraçou a mulher, em cena que emocionou também outros participantes presentes, como Pedro Bial e Juliana Paes.

Alok explicou que fez uma música, "Ocean", para uma mãe que perdeu a filha. Ele contou que se inspirou também no medo que tem da própria morte, além de um poema do guru indiano Osho.

"Ele diz que o rio, quando nasce, ele vai percorrendo todo aquele circuito dele de curvas até que ele chega muito próximo do oceano e morre de medo. Porque ele sabe que a partir daquele momento, quando ele encontrar o oceano, ele vai desaparecer para sempre", explicou.

Todos nós vamos virar esse oceano um dia.  "Mas a partir daquele momento que ele se conecta com o oceano, ele não vai desaparecer e, sim, vai se tornar o oceano. E todos nós somos rios a caminho do oceano", acrescentou Alok. 

O DJ agradeceu o abraço que recebeu de Poliana e disse que acredita em um reencontro com os que já foram. "Eu senti o abraço dele aqui agora, senti o seu abraço. Acho que nenhuma mãe e pai merecem passar por isso, mas tudo tem obviamente um propósito de Deus. Acredito nisso e gente ainda vai se reencontrar com ele quando nos tornarmos oceano".

Veja:


 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas