Amiga diz que Sarah já esvaziou geladeira de Justin Bieber e esclarece treta com Pocah

em alta
27.03.2021, 12:49:00
(Divulgação)

Amiga diz que Sarah já esvaziou geladeira de Justin Bieber e esclarece treta com Pocah

BBB morou em Los Angeles por 2 anos

Hoje na casa Big Brother Brasil 21, Sarah Andrade coleciona histórias fora do reality. A sister, que morou por dois anos em Los Angeles, trabalhou nos Estados Unidos como modelo e figurante para bancar os custos do seu curso de MBA.

Lá, ela conheceu Ellen Petters, amiga com quem morou durante boa parte desse período. Em entrevista ao blog de Patrícia Kogut, ela relembrou algumas festas épicas ao lado de Sarah, inclusive na casa de famosos como Leonardo Di Caprio e Justin Bieber.

Foto: Reprodução

"Algumas vezes a gente era até paga para ir a essas festas. Eles precisam de meninas que eles consideram bonitas para fazer número. Numa festa para 100 pessoas, 30 eram convidados e o resto, pessoas contratadas. Nós fomos a muitas desse jeito e, a outras, íamos depois das baladas. É o "after". A boate fecha às 2h e depois acontecem essas festas nas casas das pessoas, para quem descobre ou para quem é convidado. Eles já contratam até os carros para ir levando quem sai, tudo com muita segurança. Tem aquelas avaliações físicas para ver quem entra ou não. Sem saber, já fomos a festas de príncipe, de amigo do Leonardo Di Caprio", narra a amiga.

Em um desses eventos, Sarah pagou o maior mico. "Na casa do Justin Bieber, a Sarah detonou a geladeira. Comeu tudo o que tinha", diz a amiga aos risos.

Também em Los Angeles nasceu a primeira treta entre Sarah e Pocah. No BBB, a funkeira revelou que a Sarah se recusou a recebê-la em sua casa nos EUA.

"A Tainá, cunhada da Pocah, morou aqui e era muito minha amiga. Quando ela voltou, seguimos muito amigas. Pouco depois, ela conheceu o Vinícius, irmão da Pocah, e se apaixonou. Eu não conhecia o trabalho da Pocah, não por desmerecer nem nada, mas é que sou uma pessoa muito pouco musical, não conheço os artistas. Hoje, sei quem ela é, sei da importância do trabalho dela e admiro muito. Na época, a Tainá me ligou, comentou que a cunhada vinha aqui para Los Angeles e citou a possibilidade de ela ficar na nossa casa. Eu e Sarah já tínhamos tido problema com visitas. Então, quando Tainá disse isso, eu falei que achava melhor não. Nem teve nada a ver com a Sarah. Não era nada com a Pocah especificamente, não deixaria qualquer pessoa que não fosse próxima da gente. A verdade é que não teve polêmica, mas as pessoas sempre gostam de aumentar", esclarece Ellen.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas