Ancestralidade e futurismo por meio do dendê marcam as criações da Damepaju para o AFD

estúdio correio
02.12.2020, 15:46:00
Atualizado: 02.12.2020, 16:02:14
Marca está há 10 anos no mercado (Edgar Azevedo)

Ancestralidade e futurismo por meio do dendê marcam as criações da Damepaju para o AFD

João Damapejú promove diálogo entre temas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Ingressando em sua quinta participação no Afro Fashion Day, a Damepajú integra a edição 2020 propondo um diálogo entre ancestralidade e futurismo através do dendê. Para o responsável pela marca, João Damepajú, a moda é reflexo de maneiras, vivências e culturas de uma sociedade por meio do tempo.

Hoje, com 10 anos de mercado, a Damepajú, conta com a expertise de seu criador que iniciou carreira na moda criando estampa para grife M. Bokapiu. “A partir da minha graduação em artes visuais passei a realizar atividades relacionadaas à moda, figurinos teatrais, para dança e educação. Hoje atuo com serviço de V.M. (Visual Merchadising), personal stylist e com projetos para atender a necessidade de cada cliente”, diz João.

Damepajú participa há cinco edições do AFD

O criador trabalha exclusivamente com produção sob encomenda. A Damepajú utiliza principalmente das plataformas digitais para a divulgação das suas coleções e durante a pandemia teve o trabalho intensificado. “O contato presencial e as reuniões se tornaram inviáveis. Para trabalhar, permanecemos utilizando formatos digitais. Hoje, aos poucos venho retomando as atividades com todos os cuidados recomendados”, relata o estilista de muitos talentos.

A inspiração para suas criações parte de um constante diálogo com a ancestralidade em diversas vertentes. “Encontro inspiração no afro futurismo, no diálogo estético entre identidades étnicas, religiosidade, arte e moda. Para além da intolerância e dos preconceitos edificados ao longo da existência dos nossos ancestrais africanos”, afirma.

Na opinião do estilista, o Afro Fashion Day é um evento que desde a sua criação tem possibilitado o reconhecimento e a valorização dos designer, artistas, produtores, modelos baianos. “Que possamos ocupar cada vez mais espaço na nossa sociedade, ser visto e valorizados. Sinto muita gratidão em fazer parte AFD”, comenta orgulhoso.

Sobre a edição deste ano, que traz como tema o dendê, João ressalta enxergar a proposta como uma valorização cultural necessária, uma vez que o fruto é um dos elementos que melhor representa o conceito da baianidade. “É uma responsabilidade enquanto criador, artista e baiano falar sobre o dendê que faz parte da nossa cultura gastronômica, do candomblé, artesanato e mobiliário”, explica. “Nosso elemento da diáspora afro-brasileira de extrema importância para a comunidade de matrizes africana e do povo de santo. Comunicar nossa identidade cultural é reconhecer o nosso próprio lugar no mundo”, conclui.   
 
Conheça mais sobre a marca: @damapeju.art 

Afro Fashion Day 2020
Criado em 2015 pelo jornal CORREIO, o Afro Fashion Day celebra todos os anos o mês da Consciência Negra exaltando o talento dos modelos negros e a criatividade das marcas baianas. Com a pandemia do novo coronavírus, a edição de 2020 passou por mudanças em seu formato. No lugar do desfile tradicional, foi produzido um fashion film estrelado pelos 31 modelos e 37 marcas que integram o AFD nesta temporada. O lançamento foi em 20 de novembro, Dia da Consciência Negra, nas redes sociais do Correio.   
 
Assista ao fashion film: https://bit.ly/FASHIONFILMAFD2020 ou https://bit.ly/FashionfilmAFD2020   

O Afro Fashion Day é um projeto do jornal Correio com patrocínio do Hapvida, parceria do Sebrae, apoio do Shopping Barra, Lagares e Drogaria São Paulo e apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas