Anderson Martins explica relação com Mano, história no Vitória e escolha pelo Bahia

e.c. bahia
24.09.2020, 12:18:00
Atualizado: 24.09.2020, 21:11:17
Anderson Martins estava no São Paulo até agosto (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Anderson Martins explica relação com Mano, história no Vitória e escolha pelo Bahia

Zagueiro concedeu primeira entrevista como jogador tricolor

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Primeiro reforço do Bahia na “Era Mano Menezes”, o zagueiro Anderson Martins concedeu a primeira entrevista como jogador do tricolor. Ainda em Fortaleza, onde nasceu e está morando desde que deixou o São Paulo, no mês passado, Anderson participou do Programa do Esquadrão.

Na conversa, Anderson Martins falou sobre o que já conhece do Esquadrão, da relação com o técnico Mano Menezes e também da história que construiu no rival Vitória, time que o revelou.

O defensor disse ainda que tem cuidado do condicionamento físico e projeta que em uma semana estará à disposição para estrear pelo tricolor.

Confira os principais pontos da entrevista de Anderson Martins:   

Preferência na defesa  
Eu sempre joguei pelo lado esquerdo, mas acho que não teria problema de jogar pelo lado direito. Questão de posicionamento não muda muito. O mais importante é estar apto para ajudar e contribuir.

Relação com Mano Menezes
Eu tive oportunidade de trabalhar com Mano em 2014 no Corinthians. Apesar do pouco tempo de trabalho com ele, Mano dispensa comentários, todo mundo sabe da sua capacidade. Ele vai buscar que a equipe tenha uma estrutura que dê segurança para todo o time.

História no rival Vitória  
O segredo é o profissionalismo, eu sempre tento ser o mais profissional possível nos clubes que eu defendo. Essa questão de emoção fica mais para o lado do torcedor. O futebol é minha profissão, eu tenho o sentimento de gratidão pela história que tive no rival, mas já passei por isso no Corinthians e São Paulo também. O mais importante é estar focado. Estou motivado, sei da expectativa pela minha chegada, vou trabalhar duro para que o torcedor do Bahia fique feliz.

Situação física
Eu saí do São Paulo tem um mês. Acho que em uma semana consigo estar em uma boa condição. Vou esperar a avaliação do pessoal da parte física para saber se estou em condição, mas espero que isso aconteça o mais rápido possível. Hoje a gente não pode ficar parado, estou aqui em Fortaleza cuidando da parte física e espero ganhar logo ritmo para ficar em condições.

Objetivos no Bahia
A gente tem acompanhado os últimos anos do Bahia, bateu na trave na busca por uma Libertadores. Lá em São Paulo muitos atletas viram a evolução do Bahia. Sabemos que o clube tem uma condição de chegar a essa vaga, e o objetivo é esse. A gente fala de Libertadores, mas o time pode encaixar e, quem sabe, pensar em título dentro do campeonato. O pensamento é esse. Mano vai fazer algumas adaptações em relação ao que ele pensa de jogo. É trabalhar, fazer um grupo forte e chegar aos objetivos.

O que conhece já conhece do atual Bahia
(Com) Wanderson eu joguei no Corinthians, também joguei com Nino e conheço outros jogadores também por ter amizade. O Bahia tem um elenco qualificado, temos tudo para fazer um bom trabalho, a expectativa é a melhor possível, com motivação os resultados vão vir e com certeza vamos conseguir grandes coisas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas