Anvisa aprova uso da Coronavac em crianças e adolescentes de 6 a 17 anos

saúde
20.01.2022, 14:11:00
(AFP)

Anvisa aprova uso da Coronavac em crianças e adolescentes de 6 a 17 anos

Crianças e adolescentes não podem ser imunossuprimidos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou no início da tarde desta quinta-feira, 20, o uso da vacina Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, em crianças e adolescentes de 6 a 17 anos que não sejam imunocomprometidos. A aprovação foi por unanimidade.

Apresentação técnica da agência demonstrou a segurança e efetividade da aplicação de duas doses da Coronavac, com intervalo de 28 dias, na população pediátrica. Até então, a única vacina aprovada no Brasil para a população pediátrica era o imunizante da Pfizer, que já começou a ser aplicado em crianças de 5 a 12 anos.

O Instituto Butantan pedia a aprovação da Coronavac para a faixa etária de 3 a 17 anos. A análise técnica da Anvisa, no entanto, considerou que os dados apresentados até agora são robustos apenas para a faixa etária de 6 a 17 anos.

Estudo técnico da Anvisa indica, ainda, que a Coronavac não deverá ser aplicada em crianças imunocomprometidas (como aquelas em tratamento para câncer) porque ainda faltam dados sobre os benefícios para esta população.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas