Anvisa avalia estudos não clínicos de vacina contra a covid-19

coronavírus
01.10.2020, 17:47:16

Anvisa avalia estudos não clínicos de vacina contra a covid-19

Avaliação faz parte de submissão contínua

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) iniciou a análise do “primeiro pacote de dados” da vacina contra covid-19 em desenvolvimento pela Universidade de Oxford e pela empresa anglo-sueca AstraZeneca.

Em nota, a agência reguladora afirma que isso não significa que já se possa chegar a uma conclusão sobre a qualidade, segurança e eficácia da vacina, pois muitos dados ainda precisam ser submetidos à análise.

A avaliação da Anvisa faz parte do procedimento de “submissão contínua”, adotado especificamente para as vacinas contra covid-19 para “conferir maior agilidade à análise regulatória dos dossiês de registro dessas vacinas”.

Segundo a agência, o procedimento de submissão contínua seguirá até que evidências suficientes estejam disponíveis para suportar um pedido formal de registro, desde que possa se comprovar uma relação de benefício-risco positiva e robusta.

No comunicado, a agência se compromete a analisar os dados da pesquisa da vacina à medida em que se tornam disponíveis e atuar da forma mais rápida possível para que a população tenha “acesso a vacinas de qualidade, eficácia e segurança comprovadas para uso no contexto de emergências em saúde pública”.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas