Apenas seis bairros de Salvador não têm casos de covid-19; subnotificação preocupa

coronavírus
17.06.2020, 05:00:00
Bairro da Mangueira, na Cidade Baixa, não tem casos oficiais de covid-19, mas moradores relatam que há conhecidos doentes (Nara Gentil/CORREIO)

Apenas seis bairros de Salvador não têm casos de covid-19; subnotificação preocupa

Dois bairros com mais de cinco mil habitantes não registraram doentes, mas moradores contestam

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.


Dos 163 bairros de Salvador oficialmente reconhecidos em lei, somente seis não têm casos de coronavírus: Aeroporto, Centro Administrativo da Bahia (CAB), Porto Seco Pirajá, Ilha de Bom Jesus dos Passos, Jaguaripe I e Mangueira. Os dois últimos chamam a atenção por ultrapassarem a marca, respectivamente, de cinco e 12 mil habitantes. 

Se comparadas as realidades de Jaguaripe I e Mangueira com a do Retiro, por exemplo, que tem 262 habitantes e 14 casos confirmados, a discrepância dos dados fica evidente. No Retiro, o coeficiente de incidência da covid-19 é de 53,44 casos para mil habitantes, o maior de Salvador.  

Com seus 12 mil habitantes, segundo o censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Mangueira está localizada na Cidade Baixa de Salvador, entre Massaranduba, Bonfim, Ribeira e Caminho de Areia. Já Jaguaripe I faz parte da região de Cajazeiras. Ao contrário do que muitos pensam, o local não abriga a praia de Jaguaribe e não fica na orla da cidade.

>> Podcast: Quais são os bairros de Salvador sem nenhum caso de covid-19

Para a pesquisadora Patrícia Lustosa Brito, membro do grupo de pesquisa GeoCombate Covid-19, da Ufba, duas hipóteses podem explicar a situação dos dois bairros, todas relacionadas com a subnotificação: “Quem tem alta renda tem mais acesso aos testes. Por isso, há menos subnotificação para essa população. Tanto a Mangueira como Jaguaripe I não são bairros de rico. Provavelmente, as pessoas de lá dependem do Sistema Único de Saúde”, disse.  

A outra hipótese da pesquisadora é o fato de que, segundo os dados da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a soma dos casos registrados nos bairros de Salvador não corresponde ao total de casos registrados na cidade. No último levantamento feito em 15 de junho, a capital tinha registrados 20.467 casos. A soma dos casos dos bairros, no entanto, é de 17.724. Isso significa que quase 3 mil casos ainda não possuem bairros identificados.  

“Onde esses casos estão? Essa é a grande pergunta. O ideal mesmo era que a gente soubesse as ruas, para termos mais precisão na análise dos dados. Tudo isso deveria ser publicado numa planilha online e aberta, o que não é o caso atual. Nós pesquisadores queremos ajudar”, disse a professora Patricia.  

A médica infectologista da SMS, Adielma Nizarala, concorda com a hipótese da testagem. “Quanto mais se testa, mais descobre casos. Não dá para testarmos a população toda agora, pois o custo é alto, mas a prefeitura tem se esforçado, como já ocorre nos bairros com medidas restritivas”, disse.  

Realidade 
Mesmo os dados mostrando a situação privilegiada da Mangueira e Jaguaripe I, moradores dizem que a realidade é diferente. “Minha sogra e sua neta estão com o coronavírus, em isolamento. Tem pessoas que a gente conhece que pegaram a doença e outras até que já morreram”, garantiu o aposentado Luis Carlos, 69 anos, há 12 morador da Mangueira. 

Para ele, esse erro acontece porque o bairro é considerado uma localidade de Massaranduba, que possui 214 casos de coronavírus. “Na realidade, a Mangueira é uma parte da Massaranduba. Eu moro, por exemplo, numa rua cujo trecho é considerado Mangueira. Mas o documento da casa diz que é na Massaranduba”, afirmou.   

Essa confusão pode afetar o registro dos dados nos bairros, como admitiu a médica da SMS. “Estes casos podem estar entrando na estatística de um bairro maior, que o engloba. Os casos, portanto, existem. Só não se sabe de onde ele pertence. Isso pode realmente estar acontecendo”, disse Adielma. Ela explicou ainda que, quando uma pessoa é testada, o profissional da saúde preenche um formulário e informa vários dados, como o endereço do paciente, conforme o que foi dito pelo próprio doente. 

Jaguaripe, na região de Cajazeiras, também não tem casos notificados (Foto: Nara Gentil/CORREIO)

Fronteiras 

Os 163 bairros de Salvador foram definidos num Projeto de Lei de 2017 que levou em conta o trabalho 'O Caminho das Águas em Salvador', elaborado por pesquisadores da Ufba e técnicos da Prefeitura e do Governo do Estado. “Não se trata de um problema de reconhecimento ou pertencimento ao bairro, pois consultamos os moradores e eles delimitaram junto conosco”, disse Beth Santos, que coordenou o trabalho. 

Em Jaguaripe I, por exemplo, os moradores entrevistados se reconhecem como membros do bairro e não levantaram o problema que ocorre na Mangueira. “Moro aqui há 20 anos e é Jaguraripe mesmo”, disse o morador Joselito Fernandes, 52.  

Sem se identificar, funcionários do posto de saúde do bairro disseram que lá ainda não teve caso de coronavírus registrado. No entanto, Joselito denuncia que o isolamento social não tem sido muito cumprido. “Na rua principal do bairro, o comércio não para. Conheço um moto-taxi daqui que foi infectado”, avisou.   

Jaguaripe I faz divisa com sete outros grandes bairros de Salvador: Cajazeiras VIII, Fazenda Grande I, Fazenda Grande II, Fazenda Grande III, Fazenda Grande IV, Nova Brasília e Jardim Nova Esperança. Esses dois últimos possuem sozinhos 235 casos registrados, ambos com coeficiente de incidência acima de 5 casos por mil habitantes.  

“É uma questão de tempo para o vírus estar em todos os bairros de Salvador. Existem estudos que mostram que, para cada caso descoberto, há entre seis a sete que não foram identificados. É importante que as pessoas fiquem em isolamento, usem máscara e cumpram todas as medidas necessárias”, disse a infectologista da SMS.  

Para a pesquisadora Beth Santos, a ausência de população ou o número pequeno de moradores explica o fato de não haver casos registrados no Aeroporto, CAB e Porto Seco Pirajá (único desses que tem habitantes, 72, no caso). Pessoas podem até ter se infectado no local, mas o registro vai para o bairro de moradia.  

Já a ilha de Bom Jesus dos Passos tem pouco mais de mil moradores. “Mas a população da ilha costuma ser flutuante. É preciso ver, atualmente, quantas pessoas estão de fato no local”, disse Santos.

Confira os 10 bairros com menos casos de coronavírus: 

1º lugar: Aeroporto 
Casos: 0 
População: 0 

2º lugar: CAB 
Casos: 0 
População: 0 

3º lugar: Porto Seco Pirajá 
Casos: 0 
População: 72 

4º lugar: Ilha de Bom Jesus dos Passos 
Casos: 0 
População: 1.465 

5º lugar: Jaguaripe I 
Casos: 0 
População: 5.487 

6º lugar: Mangueira 
Casos: 0 
População: 12.310 

7º lugar: Ilha dos Frades 
Casos: 1 
População: 733 
Incidência por mil habitantes: 1,36 
Recuperados: 0 

8º lugar: Moradas da Lagoa 
Casos: 2 
População: 16.189 
Incidência por mil habitantes: 0,12 
Recuperados: 0 

9º lugar: Boa Vista de Brotas 
Casos: 3 
População: 2.964 
Incidência por mil habitantes: 1,01 
Recuperados: 2 

10º lugar: Santa Luzia 
Casos: 3 
População: 7.702 
Incidência por mil habitantes: 0,39 
Recuperados: 1 

Confira os 10 bairros com mais casos de coronavírus: 

1º lugar: Pituba (já passou por medida restritiva de isolamento social) 
Casos: 625 
População: 65.160 
Incidência por mil habitantes: 9,59 
Recuperados: 223 

2º lugar: Brotas (Já passou por medida restritiva de isolamento social e voltará a ter a partir dessa quinta-feira) 
Casos: 597 
População: 70.158 
Incidência por mil habitantes: 8,51 
Recuperados: 224 

3º lugar: Pernambués (já passou por medida restritiva de isolamento social) 
Casos: 465 
População: 64.983 
Incidência por mil habitantes: 7,16 
Recuperados: 145 

4º lugar: Fazenda Grande do Retiro (Passa por medida restritiva de isolamento social) 
Casos: 425 
População: 53.806 
Incidência por mil habitantes: 7,9 
Recuperados: 139 

5º lugar: Liberdade (já passou por medida restritiva de isolamento social) 
Casos: 405 
População: 41.802 
Incidência por mil habitantes: 9,69 
Recuperados: 136 

6º lugar: São Marcos (Passa por medida restritiva de isolamento social) 
Casos: 393 
População: 28.591 
Incidência por mil habitantes: 13,75 
Recuperados: 129 

7º lugar: Itapuã (Passa por medida restritiva de isolamento social) 
Casos: 379 
População: 66.961 
Incidência por mil habitantes: 5,66 
Recuperados: 108 

8º lugar: Cabula (já passou por medida restritiva de isolamento social) 
Casos: 333 
População: 23.869 
Incidência por mil habitantes: 13,95 
Recuperados: 111 

9º lugar: Uruguai (já passou por medida restritiva de isolamento social) 
Casos: 305 
População: 30.370 
Incidência por mil habitantes: 10,04 
Recuperados: 122 

10º lugar: Beiru/Tancredo Neves (Passa por medida restritiva de isolamento social) 
Casos: 301 
População: 50.416 
Incidência por mil habitantes: 5,97 
Recuperados: 85

* Com orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/depois-de-zidane-renata-fan-recebe-parabens-de-david-beckham-assista/
Ex-jogador inglês enviou mensagem que foi reproduzida no ‘Jogo Aberto’, da Band
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pf-cumpre-mandados-contra-quadrilha-que-fraudou-mais-de-r-4-milhoes-do-inss/
O grupo é investigado por, pelo menos, 80 benefícios previdenciários suspeitos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/5-filmes-que-voce-deve-assistir-para-apreciar-as-trilhas-de-ennio-morricone/
Compositor, que morreu aos 91 anos, era grande nome da música no cinema
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/rapper-baiano-hiran-lanca-segundo-disco-galinheiro/
Disco tem participações especiais de Tom Veloso, Majur e outros artistas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/serie-baiana-que-revela-salvador-sombria-ja-esta-disponivel-no-amazon-prime/
Produção tem roteiro e direção de Julia Ferreira, baiana que estudou cinema em Londres e Madri
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/netos-de-luiz-gonzaga-divulgam-nota-de-nojo-por-uso-de-musica-em-live-de-bolsonaro/
Jair Bolsonaro convidou o presidente da Embratur para tocar durante a live da última quinta
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/moradores-da-lapinha-falam-ao-contrario-e-tem-um-dialeto-o-gualin/
Há meio século, falar ao contrário é considerado sinal de pertença para os moradores “raiz” do bairro da Lapinha
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/elza-soares-aos-90-e-cheia-de-projetos/
Cantora lança releitura de 'Juízo Final' e faz live neste sábado (4), com participação de Flávio Renegado
Ler Mais