Apesar da crise, filhos de Eike Batista ostentam viagens luxuosas pelo mundo

brasil
31.01.2017, 09:58:00
Atualizado: 31.01.2017, 10:11:02

Apesar da crise, filhos de Eike Batista ostentam viagens luxuosas pelo mundo

Thor e Olin Batista usam as redes sociais para mostrar os destinos paradisíacos e hotéis badalados a cada viagem

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A crise que afetou o império do empresário Eike Batista, preso nesta segunda-feira (30) acusado de participar de um esquema de lavagem de dinheiro e pagamento de propinas em obras públicas do Rio de Janeiro, parece não ter chegado aos filhos de Eike, Olin e Thor Batista. Nas redes sociais, a dupla mostra que manteve a rotina de luxo e glamour ao redor do mundo.

Só no ano passado, Thor, o filho mais velho, fez cinco viagens internacionais com a namorada, a modelo Lunara Campos. Já Olin visitou pelo menos três países diferentes. Em alguns momentos ele aparece acompanhado da mãe, Luma de Oliveira.

Thor e a namorada aproveitam passeio em Dubai, enquanto Olin curte Vegas com um amigo (Foto: Reprodução)

Durante as viagens, Thor e a namorada deram preferência a hospedagens em suítes presidenciais, como a que ficaram no Shangri-La Hotel, em Londres, que possui diárias de R$ 39 mil. Já em Dubai, o casal optou pelo luxuoso Emirates Palace Hotel, onde só para dormir e tomar café da manhã paga-se R$ 5 mil a noite. Em janeiro do ano passado os dois visitaram também as Maldivas. O voo com saída do Rio de Janeiro em primeira classe custou R$ 40 mil para cada. Atualmente Thor acumula o cargo de presidente de uma das empresas do pai. 

Thor e a namorada em voo para as Maldivas que custou R$ 40 mil para cada (Foto: Reprodução)

Mais novo, Olin, de 21 anos, também fez viagens românticas. Quando namorava com a modelo Jessica Günter, o casal foi para a Alemanha e Alagoas. Olin viajou ainda para Barcelona com a mãe e acaba de voltar de uma viagem de ferias com os amigos por Las Vegas. Como DJ, ele cobra o cachê de R$ 7 mil por apresentação e, de acordo com o jornal Extra, arrecada mais R$ 20 mil de mesada do pai. 

Ontem, Olin usou as redes sociais para mandar forças para o pai logo após ele ser detido pela Polícia Federal e encaminhado para Bangu. Em uma foto ao lado de Eike, do irmão e da mãe. "Está na hora de passar as coisas a limpo. Estamos com você pai. #ForçaEikeEstamosComVoce". 

Olin estava de férias com os amigos em Las Vegas, nos Estados Unidos (Foto: Reprodução)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas