Após críticas sobre sua pele, Kim Kardashian explica: 'é psoríase'

variedades
06.02.2019, 13:38:14

Após críticas sobre sua pele, Kim Kardashian explica: 'é psoríase'

Essa não é a primeira vez que a empresária fala sobre o assunto

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A empresária e socialite Kim Kardashian recorreu às redes sociais mais uma vez para esclarecer polêmicas relacionadas ao seu nome. Na terça-feira, 5, ela respondeu o perfil "Daily Mail Celebrity" no Twitter, que escreveu em uma notícia: "A magnata da maquiagem Kim Kardashian sofre dia ruim de pele antes do seminário de beleza da Master Class".

Kim, então, justificou: "É psoríase em todo o meu rosto", acrescentando um emoticon de choro ao lado. Nessa doença, o sistema imunológico ataca tecidos saudáveis do corpo.

Essa não é a primeira vez que a empresária fala sobre o assunto. Em dezembro de 2018, ela desabafou sobre a necessidade de tomar medicamentos para tratar a condição. "Eu acho que chegou a hora de começar a tomar medicação para psoríase. Eu nunca tinha visto desse jeito antes e eu mal consigo cobrir a esse ponto. Tomou todo o meu corpo. Alguém tentou alguma medicação para psoríase e qual tipo funciona melhor? Preciso de ajuda o quanto antes!", escreveu.

Aos 38 anos, Kim Kardashian sofre com as marcas no corpo causadas pela psoríase há oito anos. As primeiras lesões surgiram em suas pernas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas