Após mais de 50 anos, Globo e Regina Duarte encerram contrato

variedades
28.02.2020, 14:50:00
Atualizado: 28.02.2020, 14:51:38
(Divulgação)

Após mais de 50 anos, Globo e Regina Duarte encerram contrato

Houve acordo entre as partes; atriz assume Secretaria da Cultura

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A atriz Regina Duarte e a Globo encerraram de comum acordo a relação contratual de mais de 50 anos. A aatriz aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro e vai comandar a Secretaria Especial de Cultura. A emissora e a atriz não divulgaram detalhes do acerto feito.

"Deixar a TV Globo é como deixar a casa paterna. Aqui recebi carinho, ensinamentos e tive a oportunidade de interpretar personagens extraordinárias, reveladoras do DNA da mulher brasileira. Por mais de 50 anos sinto que pude viver, com a grande maioria do povo brasileiro, um caso de amor que, agora sei, é para sempre", afirmou Regina.

A secretaria que ela assume tem as atividades do antigo Ministério da Cultura, extinto por Bolsonaro, e faz parte hoje do Ministério do Turismo.

O ministro Marcelo Álvaro Antônio afirmou este mês que Regina tomaria posse de dez a quinze dias depois do Carnaval acabar.

A atriz anunciou em 29 de janeiro que aceitou o convite de Bolsonaro. O antecessor, Roberto Alvim, foi demitido em 17 de janeiro por conta de um vídeo com forte conotação nazista e frases semelhantes às de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda de Adolf Hitler.

(Foto: Carolina Antunes/Presidência da República)

Carreira na Globo
Regina estreou na emissora com a novela "Véu de Noiva", em 1969. Desde então participou de outras 31 novelas, com grandes sucessos como "Selva de Pedra", de 1972, "Guerra dos Sexos", de 1983, e "Roque Santeiro", de 1985.

Ficou conhecida como "Namoradinha do Brasil" por conta dos seus papéis de mocinha. Também interpretou o ícone de emancipação feminina, com "Malu Mulher", já no final dos anos 70. A atriz também ficou marcada por viver 3 vezes Helenas de Manuel Carlos - em "História de Amor" (1995), "Por Amor" (1997) e "Páginas da Vida" (2006).

Regina teve também participações em oito casos especiais e várias séries e minisséries da Globo. Seu último trabalho na emissora foi em 2017, "Tempo de Amar".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas