Após reabertura, praias de Salvador já acumularam mais de 2 mil toneladas de lixo

salvador
15.09.2021, 14:15:00
Atualizado: 15.09.2021, 14:17:02
(Daniela Leone/CORREIO)

Após reabertura, praias de Salvador já acumularam mais de 2 mil toneladas de lixo

Espaços estão liberados para banhistas desde maio

O retorno dos soteropolitanos às praias trouxe também muita poluição. Garrafas plásticas, palitos de churrasco e picolé, sacolas, embalagens de alimentos passaram a fazer parte da paisagem novamente.

Para se ter uma noção, entre maio deste ano - mês em que as praias foram reabertas - e agosto, a Empresa de Limpeza Urbana de Salvador (Limpurb) recolheu mais de 2 mil toneladas de lixo. O número equivale a cinco piscinas olímpicas cheias de detritos.

Os itens que lideram a sujeira são plásticos, copos, coco verde e resíduos orgânicos, como restos de comida. A campeã no ranking de sujeira, segundo os profissionais da Limpurb, foi a praia de Piatã, que é também uma das mais cheias da cidade e que também aparece no ranking de afogamentos e crianças perdidas dos pais.

Para amenizar a situação, a Limpurb vai fazer uma limpeza reforçada diariamente em toda a extensão da orla da cidade, do Subúrbio Ferroviário até a praia de Ipitanga. A ação acontece nos três turnos: das 6h às 14h20, das 14h às 22h20 e das 22h às 6h20. Ao todo, cerca de 156 agentes de limpeza atuam na operação.

Além de recolher o lixo da areia e das áreas verdes ao redor da praia, os garis também vão varrer e esvaziar os cestos de lixo situados nos calçadões. A ação prevê ainda uma limpeza da superfície da faixa de areia e da aeração mecanizada - isso é possível através do revolvimento da faixa de areia, que ajuda a remover resíduos enterrados na camada inferior.

Todo o lixo recolhido nas praias é ensacado e transportado para caixas estacionárias, que são contêineres subterrâneos, existentes nas proximidades das praias. Para a ação, são utilizados 15 tratores e seis cessadeiras.

Conscientização
A ação da Limpurb é importante, mas é necessário que o cidadão tenha educação e respeito ao meio ambiente. O presidente do órgão, Omar Gordilho, pede que o lixo seja descartado da maneira correta.

"De domingo a domingo nossos agentes realizam a limpeza e manutenção de toda a faixa litorânea das praias da nossa cidade. Porém, é sempre importante destacar que a população precisa colaborar com esse trabalho, evitando descartar os resíduos de forma irregular”, alertou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas