Após revés no Baiano, Guto Ferreira crê em conquista do Nordestão: ‘esse título vai chegar’

e.c. bahia
08.05.2017, 19:34:00
Atualizado: 09.05.2017, 10:31:38

Após revés no Baiano, Guto Ferreira crê em conquista do Nordestão: ‘esse título vai chegar’

Técnico tricolor concedeu entrevista ao Programa de rádio do clube e se mostrou confiante no título regional

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A perda do Campeonato Baiano foi dolorosa para o tricolor, mas o dinamismo do futebol possibilitará ao time de Guto Ferreira uma nova chance para fazer as pazes com a torcida. Nos dias 17 e 24 de maio, o Bahia vai encarar o Sport pelas finais da Copa do Nordeste. Para o comandante, é um título que não pode escapar. 

Guto acredita na conquista da Copa do Nordeste (Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia)

"No contexto das duas competições saímos vencedores em uma e na outra não perdemos e nem vencemos. A gente abriu mão do Campeonato Baiano para fazermos o que estamos fazendo na Copa do Nordeste, que a direção priorizou mais. Nosso objetivo é vencer a Copa do Nordeste", afirmou Guto Ferreira em entrevista ao Programa do Esquadrão. 

Antes das decisões, o Bahia terá pela frente o Atlético Paranaense, domingo, às 16h, na estreia da Série A. Ciente da necessidade de reforços para a competição, Guto garantiu que o departamento de futebol está empenhado na busca por novos nomes. "A gente vem trabalhando de forma incisiva. O departamento já tem a leitura da comissão e a dele, a própria direção tem a sua leitura  em termos de qualificação do plantel".

Apesar da ineficiência do time no setor ofensivo, que perdeu várias oportunidades de gol nas duas partidas da final do estadual, Guto considera que a formação vem dando certo e planeja dar continuidade aos jogadores que vêm atuando na linha de frente. 

"Com certeza, até porque a equipe se encontrou com um volume maior do que vinha fazendo (...) Acho que a equipe encontrou um caminho com esse quarteto (Régis, Zé Rafael, Allione e Edigar). É trabalhar para aperfeiçoar um pouco mais e que a gente possa ser feliz fazendo os gols no Brasileiro e Nordeste para conquistar os objetivos".  

Durante a entrevista que concedeu ao veículo do clube, Guto fez questão de elogiar o goleiro Jean, principalmente pela postura dos últimos jogos. O  camisa 1 tricolor perdeu o avô há poucos dias e esteve muito emocionado antes e depois da partida do último domingo.

"Anderson, Thiago Mehl e a gente tem mostrado pra ele que a linha do goleiro vencedor não é a linha do goleiro presepeiro. Isso não leva a lugar nenhum. O cara focado tem que trabalhar para fazer grandes defesas, sair bem jogando, com pés e mãos e estar focado para defesas mais difíceis e ele se conscientizou disso e já no jogo da Fonte Nova  tinha ido muito bem. Percebeu que o caminho era esse e voltou a ter grande atuação. Saiu emocionado pela morte do avô e prometeu que ainda tinha essa final e esse título vai chegar", disse.  

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas