Apresentado, Daniel quer acabar com carência no meio do Bahia

e.c. bahia
13.01.2020, 16:00:00
Atualizado: 13.01.2020, 16:14:39
Daniel é apresentado oficialmente na Cidade Tricolor (Felipe Oliveira/EC Bahia)

Apresentado, Daniel quer acabar com carência no meio do Bahia

Jogador terá a missão de municiar o ataque tricolor em 2020

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Se em 2019 Roger Machado sofreu para encontrar um meia armador no elenco do Bahia, em 2020 a esperança atende pelo nome de Daniel. Contratado do Fluminense, o meia de 24 anos foi apresentado oficialmente na tarde desta segunda-feira (13) e se apresentou ao torcedor.

Daniel contou que pode fazer também a função de segundo volante, buscando a bola um pouco mais atrás. O meia no entanto afirma que ainda não conversou com Roger sobre o seu posicionamento em campo.

"Tenho característica de fazer o time ficar com a bola, tentar criar as jogadas. Também sei fazer a função de segundo volante. Vamos ver como o professor pensa em me utilizar. Onde me colocar, vou dar meu máximo, muito empenho, muita luta", explicou o meia. "Vamos ver mais para frente o que ele pensa sobre como me utilizar", disse.

Além de Daniel, Roger Machado conta apenas com Marco Antônio para fazer a função de meia centralizado. Régis tem contrato e vem treinando com o elenco depois de voltar de empréstimo do Corinthians, mas a situação ainda não está definida. A intenção do Bahia é emprestá-lo novamente.

Estrutura elogiada
Com contrato válido por duas temporadas e possibilidade de renovação por mais uma, Daniel elogiou a estrutura montada pelo Bahia e explicou os motivos de ter preferido defender o tricolor, mesmo com oferta de renovação do Fluminense.

"Gostei muito das conversas que a gente teve com o Diego (Cerri), com o presidente, o que ouvi falar do professor Roger. Acreditei muito nisso. Minha família também, todo mundo gostou muito. A confiança de que vai dar tudo certo e que aqui seria o lugar certo para crescer na carreira", explicou Daniel.

"Grande campeonato que o Bahia estava fazendo. Chegou a ficar no G6, tinha time para chegar na Libertadores. Conseguiu manter boa parte do elenco para este ano, que é uma coisa muito importante. Tenho certeza que vai estar todo mundo pensando em coisas maiores, conquistar títulos. Um pouco a mais de vontade e empenho, e a gente vai conseguir esses títulos para a torcida", acredita.  

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048