Argel pede pé no chão e avisa sobre desgaste dos atletas: 'quando morrer, vão descansar bastante'

e.c. vitória
30.03.2017, 05:45:00

Argel pede pé no chão e avisa sobre desgaste dos atletas: 'quando morrer, vão descansar bastante'

Técnico avisa que não quer euforia antes da hora

Ainda não tem nada ganho, mas o primeiro passo foi dado. Apesar de levar a vantagem para o Barradão e se classificar para a semifinal da Copa do Nordeste até mesmo com uma derrota por 1x0 ou 2x1 para o River, o Vitória mantém o discurso do pé no chão.

Argel não vai poupar ninguém no jogo de volta (Foto: Benonias Cardoso/Futura Press/Estadão Conteúdo)

Após o triunfo por 3x2 contra  time piauiense, o técnico Argel Fucks pediu respeito ao adversário e avisou que a empolgação não pode entrar em cena. “Não ganhamos nada ainda. Temos que respeitar o adversário. Tratamos de igual para igual todos que enfrentamos, seja o River, Vasco, Corinthians, São Paulo, Palmeiras. Vencemos, demos o primeiro passo. Mas o jogo tem 180 minutos e nós só jogamos os primeiros 90. Tem que manter o pé no chão”, opina o treinador, que gostou do que viu em campo.

“Fizemos uma boa partida taticamente e nos adaptamos ao gramado e à iluminação, que não são bons. Passamos por tudo isso sem arranjar desculpa. No futebol, a gente tem que dançar conforme a música. Agora, vamos decidir em casa”, completa Argel. 

O treinador avisou ainda que, apesar do curto espaço de tempo entre os jogos, ninguém será poupado. “Quando morrer, todo mundo vai descansar bastante. Temos hábito de preservamos um ou outro jogador, porque temos um grupo forte, mas vamos para o jogo no Barradão com o que temos de melhor”, decreta ele, que terá o retorno de Kanu, que cumpriu suspensão no jogo de ontem.

O Vitória recebe o River-PI no sábado, ás 16h, no Barradão. Para avançar de fase, o Leão pode até perder por 1x0 ou 2x1. 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas