Artista aposta na promoção de performances criativas em shoppings e eventos pela cidade

entre
26.06.2022, 11:00:00
Kika Tocchetto (no centro, de camisa preta) lidera uma equipe de mais de 20 artistas, a depender da performance (Foto: Divulgação)

Artista aposta na promoção de performances criativas em shoppings e eventos pela cidade

Além dos palcos: só esse ano, a Companhia Kika Tocchetto já realizou mais de 100 intervenções artísticas em Salvador e no interior

Do nada, o corredor de uma ala do shopping vira coreto de praça. Forró tocando, a quadrilha marca o passo e personagens juninos animam quem circula por ali e, de repente,  se dá conta que já está dançando junto. A Parada de São João arrebata mesmo e o desfile não passa despercebido por ninguém. Por trás dessa performance criativa - que cada vez mais vem ocupando espaço em centros de compras e eventos pela cidade - está a Companhia Kika Tocchetto (@ciakikatocchetto). Atuando há 15 anos no cenário artístico de Salvador na produção de espetáculos musicais de dança, a artista e empreendedora Kika Tocchetto repensou o jeito de fazer espetáculo, depois de toda perda que a pandemia provocou no setor.

“Na pandemia, o faturamento foi para zero, não tínhamos nada. O que eu vou fazer? Lá no mato, fui pensar projetos. Quando as coisas começaram a voltar, eu estava com várias ideias e isso foi um ‘pulo do gato’ para mim. (Re)começamos com um Drive de Páscoa, depois a Parada de Primavera em um shopping da cidade. Em seguida, um espetáculo na inauguração do Centro de Convenções e aí não paramos mais”, conta.

Na retomada de eventos presenciais na capital, ao invés de voltar para o palco, Kika viu uma nova oportunidade de levar a arte para públicos diversos, criando experiências para além do teatro. Só esse ano já foram mais de 100 eventos, um incremento em torno de R$ 20 mil por cada projeto, o que representou um aumento de 300% no faturamento da Companhia Kika Tocchetto.

“Consegui formar minha equipe novamente, dar emprego para 20 pessoas e indiretamente mais algumas. Enfim, a gente começou a movimentar a coisa de novo. Somos, sem dúvidas, a primeira companhia a trazer a arte dessa forma que se apresenta hoje. Imagino que iniciamos um novo ciclo na cidade e no estado, criando e sentindo o que toca o coração do público”.

No mês passado, Kika liderou mais performances no Carnasal e Modão Salvador. Agora em junho, a companhia segue com a Parada de São João não só no Shopping da Bahia, mas também em festas pelo interior em Santo Antônio de Jesus, Alagoinhas, Amargosa, Praia do Forte Cruz das Almas.

“Essa mudança do circuito reduz nossos riscos enquanto empreendedores artísticos. Quando você vai fazer um espetáculo no teatro, eu faço um pré-investimento: pago os ensaios, espaço, alugo o teatro, crio todo um material gráfico e de divulgação, que na hora da bilheteria é que a gente vai ver se vai ser pago ou não. Isso não existe quando esse espetáculo ele já sai comprado por um cliente”, comenta.

No calendário da companhia já está também a presença garantida no Salvador Fest, além da previsão de um projeto para o mês das crianças, o Halloween e o musical de Natal na Praça do Campo Grande e no bairro de Periperi, no subúrbio.  

“Na última edição do Natal foram oito apresentações acontecendo ao mesmo tempo, mobilizando uma equipe de mais de 100 artistas. São mais de 1 milhão de pessoas que assistem. Muitas pessoas nunca tiveram a oportunidade de ir ao teatro e se surpreendem com o espetáculo. O Natal sempre me toca e me marca muito. É muito gratificante fazer”.

No geral, além de shoppings, empresas e festas, Kika também tema atendido eventos familiares. O valor da performance vai depender muito da proposta, formato e quantidade de artistas envolvidos. “Na Páscoa, por exemplo, realizamos várias ações em condomínios com o nosso coelho e as coelhetes, com o desfile e oficinas de biscoito. Um personagem desse, vai custar uma média de R$ 1,5 mil e daí multiplicamos isso pelo número personagens que o cliente vai decidir colocar”, afirma.

Novos circuitos
O próximo passo da companhia é ganhar território, levando as performances para shoppings de outras cidades e estados. Além disso, no ano que comemora mais um aniversário, Kika quer trazer para não só para o teatro, mas para a praça pública o musical Viva Bahia, produção que valoriza a cidade de Salvador e os símbolos do povo baiano. A ideia é também rodar escolas e cidades do interior, além de eventos.  Uma célula desse espetáculo, inclusive, foi apresentada na inauguração do Centro de Convenções de Salvador, em 2020.

“Quando o mundo parou, aí que entrou o artista. Nós precisamos usar de toda criatividade para fazer as coisas acontecerem. Nunca deixei de apostar. Sabia que aquele tempo era necessário para poder se organizar e voltar com tudo. A cada parada que fazemos, sentimos que deixamos uma alegria para essas pessoas que estão ali. O que movimenta a arte é construir coisas novas”, finaliza Kika.
 

PARA EMPREENDER COM ARTE

. Reconheça o que você sabe fazer Estude, se aprimore e aposte nisso.

. Planejamento Tenha bem definida quais suas metas para curto, médio e longo prazo.

. O novo sempre vem Ofereça algo inédito e criativo e além do que seu cliente pede.  


QUEM É
Kika Tocchetto
 é formada pela Faculdade de Dança da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e em Marketing pela Unifacs.  Artista e empreendedora, Kika também é fundadora da Companhia Kika Tocchetto. 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas