Assédio debaixo de diversos narizes

entrelinhas
02.07.2022, 16:00:00

Assédio debaixo de diversos narizes

Notícias que marcaram a semana

Depois de pouco mais de três anos e meio, as funcionárias da Caixa Econômica Federal terão paz. É o que se espera após a saída do ex-presidente do banco Pedro Guimarães, que assumiu o cargo no início de 2019. Numa revelação do portal Metrópoles e, depois, também da TV Globo, no último dia 28, diversas mulheres que trabalhavam diretamente com Guimarães expuseram diversos tipos de assédios supostamente cometidos por ele. 

O Ministério Público Federal e o Ministério Público do Trabalho investigam o caso. A Caixa também é investigada por abafar as denúncias feitas pelas funcionárias. Guimarães foi exonerado a pedido na quarta-feira (29). Ex-secretária especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Daniella Marques é a substituta dele.

A maioria dos relatos das funcionárias é de situações ocorridas durante viagens e incluem toques íntimos, investidas inadequadas e convites incompatíveis com a relação entre o presidente e as mulheres. 

"É comum ele pegar na cintura, pegar no pescoço. Já aconteceu comigo e com várias colegas”, disse uma funcionária que não teve o nome revelado. "Ele trata as mulheres que estão perto como se fossem dele. Ele já tentou várias vezes avançar o sinal comigo. É uma pessoa que não sabe escutar não", disse a funcionária do banco, acrescentando que as mulheres que recusam as abordagens passam a ser ignoradas por Pedro Guimarães.

Em outra viagem, uma das mulheres escutou de uma pessoa próxima a Pedro: “E se o presidente quiser transar com você?”. Segundo a reportagem divulgada pelo Metrópoles, era comum ele fazer pedidos de urgência em horários noturnos para que as mulheres fossem até seu quarto. Não eram só as mulheres assediadas por Guimarães. Áudios divulgados pelo Metrópoles mostram ele gritando, ameaçando e xingando funcionários também.

CPI sobre gabinete paralelo no MEC é protocolada

Com 31 assinaturas, quatro a mais que o mínimo de 27 necessárias, senadores da oposição protocolaram na terça-feira (28), na Secretaria-Geral da Mesa do Senado, o requerimento de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar na Casa um suposto esquema de tráfico de influência no Ministério da Educação (MEC).

A pressão para a instalação de uma CPI aumentou  diante de suspeitas de interferência do presidente Jair Bolsonaro nas investigações contra o ex-ministro da pasta Milton Ribeiro que, na semana passada, foi preso durante a Operação Acesso Pago, da Polícia Federal (PF). O STF também investiga a suposta interferência do presidente na operação.

Casos ativos de covid-19 crescem nove vezes na Bahia em menos de um mês
O crescimento do número de casos ativos de covid-19 na Bahia, que já era nítido no início de junho,  deu um salto nos últimos dias do mês. Conforme dados da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), a quantidade de infectados cresceu cerca nove vezes, se comparado o dia 29 com o primeiro dia de junho.

Gás de cozinha dobrou de preço em dois anos no estado
Com o quarto reajuste do ano confirmado pela Acelen, empresa responsável pela Refinaria de Mataripe, entrando em vigor na sexta-feira (1°), o valor médio do gás vendido em Salvador e Região Metropolitana (RMS) passou a ser de R$ 125, de acordo com o Sindicato dos Revendedores de Gás do Estado (Sinrevgas). Em julho de 2020, um botijão saía por R$ 58.

Klara Castanho confirma gravidez após estupro e bebê entregue para adoção
A atriz Klara Castanho se pronunciou no sábado (25) confirmando que engravidou após um estupro e que a criança foi entregue para adoção. Após sites de fofoca exporem ela, a atriz divulgou uma carta dando a entender que uma enfermeira quem vazou seus dados. O Ministério Público e o Conselho Federal de Enfermagem invetsigam a conduta da enfermeira.

Senado aprova PEC que turbina benefícios sociais às vésperas da eleição
Com amplo apoio, o Senado aprovou na quinta-feira (30) em segundo turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que amplia uma série de benefícios sociais às vésperas da eleição de outubro. Após a inclusão de novas medidas, o custo do "pacote do desespero" ficou em R$ 41,25 bilhões fora do teto de gastos.

Bombou no site do CORREIO (mais lidas da semana)

 1 - Mulher que lidera o PCC no Ceará é presa no bairro da Pituba  

 2 - Cena de sexo viral no show de Henrique e Juliano foi estupro, diz mulher filmada    

 3 - Palco desaba com banda durante festa junina em ci- dade da Bahia    

 4 - Autor de chacina é preso enquanto curtia São João na Bahia    

 5 - Atriz Klara Castanho revela que engravidou após estupro e deu bebê para adoção    


'É mais do que linguagem. Essas mentalidades arcaicas precisam mudar e não têm espaço em nosso esporte. Eu fui cercado por atitudes como esta e um alvo durante toda minha vida. Houve muito tempo para aprender. Chegou a hora de agir Lewis Hamilton Piloto da Fórmula 1, no Twitter, após o ex-piloto Nelson Piquet se referir a ele como ‘o neguinho’ em uma entrevista

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas