Atualizada, Nissan Frontier quer ser protagonista entre as picapes

brasil
11.05.2022, 14:00:00
A versão Pro4X é uma das novidades da linha 2023 da Nissan Frontier. Produzida na Argentina, a picape manteve a motorização (Fotos: Divulgação)

Atualizada, Nissan Frontier quer ser protagonista entre as picapes

Utilitário ganhou novas versões e mais tecnologia. Assista avaliação em vídeo, leia a análise e veja fotos

A Nissan quer deixar de ser coadjuvante no mercado de picapes no Brasil, e a atualizada Frontier está pronta para protagonizar o segmento, que é dominado pela Toyota Hilux.

A atual geração do utilitário chegou ao mercado brasileiro há cinco anos e vem ampliando gradualmente a sua participação. Mas faltava o toque de esportividade que a picape ganhou agora.

Na linha 2023, a Frontier manteve a base, mas teve as tecnologias ampliadas e a estética reformulada. A dianteira, por exemplo, ganhou linhas mais retas, deixando o visual mais parrudo.

Dê play e confira as primeiras impressões a bordo da Frontier 2023

A síntese de tudo que a picape oferece é a nova versão Pro4X, que aplica a filosofia chrome delete. Ou seja, todos os cromados foram eliminados e substituídos por detalhes em preto brilhante.

A mecânica foi mantida, mas ganhou importantes atualizações. O sistema de freios agora conta com discos nas rodas traseiras - que eram a tambor. Juntamente com a Volkswagen Amarok V6, a Frontier é a única a oferecer um sistema assim.

Já o chassis recebeu reforços estruturais e todas as configurações contam com seis airbags de série.

A caçamba também foi atualizada e tem uma altura maior em relação a sua antecessora. São 2,5 centímetros a mais perto da cabine, e até 5 cm nas laterais, perto da tampa. O compartimento tem capacidade para receber até 1.054 litros de carga.

O que a picape tem
Sempre com tração 4x4, a Frontier utiliza o motor de 2.3 litros a diesel em todas as versões. Porém, o propulsor é associado a uma ou duas turbinas. Com uma, rende 163 cv de potência e entrega 43,3 kgfm de torque. Essa opção atende a apenas uma versão, a S. Nessa configuração, a picape é equipada com transmissão manual de seis marchas.

Todas as configurações possuem seis airbags. O volante foi redesenhado
Todas as configurações possuem seis airbags. O volante foi redesenhado
Diversas funções são acessadas por teclas no volante
Diversas funções são acessadas por teclas no volante
O quadro de instrumentos ganhou uma tela em TFT
O quadro de instrumentos ganhou uma tela em TFT
As versões Platinum e Pro4X têm quatro câmeras
As versões Platinum e Pro4X têm quatro câmeras
As duas versões mais caras (Platinum e Pro4X) possuem teto solar
As duas versões mais caras (Platinum e Pro4X) possuem teto solar
A configuração Platinum ostenta detalhes cromados
A configuração Platinum ostenta detalhes cromados
A tampa da caçamba agora tem o nome da picape em destaque
A tampa da caçamba agora tem o nome da picape em destaque
A versão Pro4X tem apelo aventureiro, sem detalhes cromados
A versão Pro4X tem apelo aventureiro, sem detalhes cromados

Para as demais cinco configurações, o motor é biturbo e desenvolve 190 cv de potência e 45,9 kgfm de torque. Esse propulsor é associado sempre a um câmbio automático de sete velocidades.

O motor, nas duas opções de rendimento, foi atualizado para atender às novas normas de emissões e o sistema de redução de poluentes utiliza Arla 32.

Para facilitar a condução, a engenharia instalou um sistema de modos que o motorista aciona ao utilizar o veículo em algumas situações. O Off-Road, por exemplo, modula o acelerador para manter as rotações altas e ganhar força em baixas velocidades.

Para a versão Pro4X há uma exclusividade: bloqueio do diferencial traseiro. Esse um artifício é útil em situações off-road: quando é acionado, as rodas esquerda e direita passam a ter velocidades exatamente iguais.

A picape pode transportar até 1.043 kg e a tampa traseira ganhou um sistema de alivio de peso (Foto: Antônio Meira Jr. /CORREIO)

A picape agora dispõe de algumas tecnologias de auxílio à condução como alerta de mudança de faixa, sensor de fadiga, aviso de objetos no ponto cego e alerta de colisão frontal com frenagem de emergência.

Na sua garagem
Sempre com cabine dupla, a Frontier parte de R$ 230.190, preço da versão S. Uma das novas opções, a SE, custa R$ 258.990. Na sequência, vem a configuração aventureira Attack, oferecida por R$ 263.690. A versão XE custa R$ 278.990.

Por R$ 314.590, o cliente tem duas versões: a Platinum, que substitui a LE, e a nova Pro4X. Assim, o consumidor poderá escolher entre uma picape com visual mais conservador ou mais esportivo.

*O JORNALISTA VIAJOU A CONVITE DA NISSAN

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas