Aumento da covid 'não põe em risco’ as festas juninas, diz governador

bahia
13.06.2022, 12:24:23
(Divulgação )

Aumento da covid 'não põe em risco’ as festas juninas, diz governador

Dados de ocupação de UTI e número de mortes também são avaliados para determinar medidas restritivas

Os festejos de São João e São Pedro nas cidades baianas não correm o risco de serem cancelados por conta da covid-19, apesar do aumento dos casos nas últimas semana. A confirmação foi feita pelo governador Rui Costa (PT) durante coletiva na manhã desta segunda-feira (13). O gestor aproveitou para convocar as pessoas que ainda não se vacinaram ou estão com o calendário vacinal em atraso a buscar o imunizante. Segundo Rui, neste momento, reforçar mutirões de vacinação é mais eficaz do que cancelar as festividades.

“Nós estamos monitorando. Há 60 dias nós tínhamos 180 casos ativos. Nós estamos com 2600. O número subiu muito, mas a gente não olha só para esse número de contaminados. A gente olha para três outros dados. Se a elevação de casos está resultando no aumento do número de internamentos. Não está. A gente olha se essa elevação de casos está aumentando o número nas UTIs. Não está. E se a elevação está aumento o número de mortes. Não está. E nós sabemos que isso é por conta das vacinas”, explicou. 

Serra Dourada
Desde o último sábado (11), os moradores da cidade de Serra Dourada, no oeste baiano, passaram voltaram a conviver com restrições de circulação para conter o avanço da doença já detectado localmente. A prefeitura decretou  toque de recolher no município por 30 dias, além de proibir todos os eventos festivos programados para o período. 

De acordo com o decreto publicado no Diário Oficial do município da última sexta-feira (10), o toque de recolher vale da 0h às 5h, em toda a cidade. Segundo a prefeitura, a medida foi motivada pelo aumento das notificações de covid-19 na cidade. No boletim epidemiológico de sexta, o município de 17 mil habitantes tinha 57 casos ativos. Nos próximos 30 dias, também está proibida a emissão de alvarás para autorizar eventos; aqueles que já foram emitidos estão suspensos. 

“Cada um sabe a delícia do seu calo. Eu não vou fazer juízo de valor sobre a situação específica. O prefeito deve ter as razões dele para poder fazer isso. Até porque Serra Dourada não tem essa tradição toda de forró, no oeste da Bahia não tem essa tradição tão grande, na maioria das cidades”, comentou Rui. 

“Nós estamos acompanhando e neste momento não é motivo para cancelamento do São João ou São Pedro. Felizmente, como a maioria se vacinou, nós não estamos aumentando o número de mortes. As pessoas estão tendo covid, mas estão conseguindo superar a covid em casa”, acrescentou. 
 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas