Auxílio emergencial de R$ 600 terá mais duas parcelas, diz jornal

coronavírus
30.06.2020, 12:19:00
Atualizado: 30.06.2020, 12:24:30
(Arisson Marinho/CORREIO)

Auxílio emergencial de R$ 600 terá mais duas parcelas, diz jornal

Mantendo valor igual, governo pode renovar medida sem ir ao Congresso

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O governo federal vai aceitar a proposta do Congresso para estender o auxílio emergencial, pagando mais duas parcelas de R$ 600, seguno informações de O Globo. 

A proposta inicial era do governo pagar mais três parcelas de R$ 300. Depois, a equipe do ministro Paulo Guedes passou a defender um escalonamento decrescente, com parcelas de R$ 500, R$ 400 e R$ 300, o que não agradou ao Congresso.

Para pagar mais parcelas neste valor de R$ 600, o governo não precisa enviar nova proposta ao Congresso, já que a lei que criou o benefício permite a renovação - mas somente mantendo o valor igual. Caso mudasse o valor da parcela, o governo precisaria de nova aprovação no Congresso.

Segundo a Instituição Fiscal Independente, do Senado, cada parcela do auxílio custa R$ 50 bilhões por mês aos cofres públicos. O benefício tenta combater os efeitos financeiros da pandemia do novo coronavírus.

A expectativa é de que a renovação seja anunciada ainda hoje. O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem um evento na tarde desta terça relacionado ao auxílio.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas