Bahia conversa com Felipão

bate-pronto
10.12.2018, 05:00:00

Bahia conversa com Felipão

Por Editoria de Esporte

A venda de Zé Rafael ao Palmeiras não rendeu “apenas” R$ 14,5 milhões ao Bahia. Após negociar o jogador, o presidente do Bahia Guilherme Bellintani e o diretor de futebol Diego Cerri tiveram uma conversa em particular com o técnico do alviverde Luiz Felipe Scolari, o Felipão. O motivo? Possíveis jogadores que não serão utilizados pelo comandante na próxima temporada. Felipão, no entanto, aguarda as contratações para definir quem poderá ser liberado pelo clube paulista. 

Um nome, no entanto, pode estar na pauta tricolor. O zagueiro Juninho, de 23 anos, que estava emprestado ao Atlético Mineiro, está disponível e sendo analisado. A diretoria tricolor, porém, também tem interesse em outros jogadores do mercado nacional para a posição. Só resta aguardar. 

Museu tricolor é aprovado

Promessa do atual presidente Guilherme Bellintani, o Museu do Bahia – que será montado na Fonte Nova – tem dado passos decisivos neste final de ano. No dia 21 de novembro, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) a aprovação para que sejam captados recursos pela Lei Rouanet para a realização da exposição ‘A Bahia é Bahia’, que fará parte do museu. Segundo a publicação, “o projeto tem a intenção de realizar uma exposição de artes visuais que celebra o legado histórico material e imaterial do Esporte Clube do Bahia”. O valor aprovado para captação é de R$ 2,6 milhões. O tricolor tem até o final deste ano para captar este valor junto a empresas e pessoas físicas.

Baiano está à frente 

Ainda segundo o DOU, a exposição ‘A Bahia é Bahia’ é capitaneada pela N+1 Arte e Cultura, empresa que tem como sócio o baiano Daniel Rangel. O gestor já foi diretor dos museus do IPAC na Bahia e assessor de direção do Museu de Arte Moderna da Bahia. Ele, que é torcedor tricolor, será curador do Museu do Bahia.

Clube quer restaurar troféus

O Bahia lançou mais uma iniciativa visando ao museu: um financiamento coletivo a fim de arrecadar fundos para restaurar 14 troféus do clube, entre eles o do Torneio Início de 1931 (o primeiro da história) e o da Taça Brasil de 1959. O projeto quer R$ 100 mil e o torcedor pode contribuir de R$ 20 a R$ 100.

Avancini entre ABC e Sport

Diretor de mercado do Bahia por três anos na gestão Marcelo Sant’Ana, Jorge Avancini deve voltar ao Nordeste. Ele está negociando com o novo presidente do ABC, Fernando Suassuna, para assumir o marketing do time. Outro que tem interesse nele é Eduardo de Carvalho, candidato à presidência do Sport, que terá eleições no dia 18. Sem conseguir alavancar o plano de sócios tricolor, Avancini não teve contrato renovado por Bellintani no início deste ano.

Base feminina do Vitória em alta

Os times de base de futebol feminino do Vitória viajam nesta semana para disputar a Liga Sul-Americana de Desenvolvimento, organizada pela Conmebol, em Arujá (SP). O time sub-14 enfrentará na 1ª fase Chapecoense, Internacional e Santos. Já o time sub-16 vai pegar São Paulo, Fluminense e Chapecoense. Será a primeira participação em um evento internacional das categorias de base de futebol feminino do rubro-negro. No último fim de semana, o time adulto foi campeão baiano após vencer o Lusaca por 2x0, no Barradão.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas