Bahia encara Independiente em jogo crucial na Copa Sul-Americana

e.c. bahia
18.05.2021, 05:05:00
Bahia enfrenta Independiente em jogo que vale a liderança do Grupo B da Sul-Americana (Felipe Oliveira/EC Bahia)

Bahia encara Independiente em jogo crucial na Copa Sul-Americana

Com Douglas no gol, Esquadrão enfrenta time argentino e, se ganhar, precisará só de um empate para avançar às oitavas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Bahia e Independiente fazem na noite desta terça-feira (18) o duelo dos únicos times que lideraram o Grupo B da Copa Sul-Americana. Não à toa, o confronto vale, justamente, a primeira posição, e quem ganhar dará um passo importante para a classificação às oitavas de final. 

O Esquadrão e o Rei de Copas possuem a mesma quantidade de pontos, oito, e o tricolor aparece na frente por ter maior saldo de gols (seis a quatro). Vale lembrar que só o líder de cada chave avança. Por isso, o objetivo é claro: sair da Argentina com o triunfo. 

O duelo está marcado para às 19h15 e será disputado no estádio Libertadores de América, em Avellaneda, cidade da grande Buenos Aires. 

Neste momento, o Bahia depende apenas de suas próprias forças para conquistar a vaga. Se vencer o Independiente, precisará só de um empate na última rodada, contra o Montevideo City Torque, em Pituaçu, para ir às oitavas. 

Um empate hoje ainda deixa possível a classificação do Esquadrão, mas o time não dependeria somente dele na partida final para conquistar a vaga. Isso porque a diferença para o Independiente continuaria sendo no saldo de gols – o que seria perigoso porque os argentinos enfrentam o lanterna Guabirá na última rodada. Já uma derrota do Bahia para os argentinos complicaria muito a vida do time brasileiro.

"A gente sabe o quanto esse jogo é importante para a gente, confronto direto com nosso adversário. Estamos preparados. E esperamos fazer uma boa partida, que é um passo para a classificação", garantiu o meia Thaciano.

Douglas no gol
O Bahia chega para enfrentar o Independiente focado. Depois de faturar o tetra da Copa do Nordeste, o clube tem somente a Sul-Americana como missão nos próximos dias - o Brasileirão e a terceira fase da Copa do Brasil só começam quando a fase de grupos da competição internacional terminar. 

A situação do Independiente já é diferente. A equipe vem alternando os duelos do continental com a Copa da Liga Argentina e, torneio pelo qual entrou em campo sábado, nas quartas de final. Empatou com o Estudiantes por 0x0 e venceu nos pênaltis.

Apesar do rival viver uma maratona de jogos, Thaciano não espera que o Bahia tenha vantagem por causa disso. "Difícil. Eles também vão querer muito esse jogo, é muito importante para eles também. A gente não vai ter facilidade, não será fácil. Temos ciência disso e temos que ir preparados porque vai ser um grande jogo", afirmou.

Contra o Guabirá, Thaciano começou no banco, e o atacante Oscar Ruiz apareceu na formação inicial do técnico Dado Cavalcanti. Dessa vez, o meia deve voltar a ser um dos titulares, com Rodriguinho de volta ao ataque, ao lado de Gilberto e Rossi.

Mas a principal novidade não é essa. O goleiro Matheus Teixeira, que vinha jogando machucado na coxa, ficará de fora. Com isso, Douglas ganhará mais uma chance. E na zaga, Luiz Otávio está recuperado de contusão na coxa e concorre com Juninho por uma vaga ao lado de Conti. 

Desta forma, a provável escalação do Bahia tem: Douglas; Nino Paraíba, Conti, Juninho (Luiz Otávio) e Matheus Bahia; Patrick, Thaciano e Daniel; Rossi, Gilberto e Rodriguinho.

No primeiro encontro entre o Bahia e Independiente, em Pituaçu, a partida terminou em 2x2. Na véspera daquele duelo, a equipe argentina ficou presa no aeroporto de Salvador, por ter membros da delegação, incluindo oito jogadores, com covid-19. Parte do grupo foi liberada apenas na madrugada, e os integrantes que tiveram resultado positivo para o coronavírus foram deportados no dia seguinte.

Como chega o Independiente

O Independiente terá força quase total para enfrentar o Bahia na noite desta terça-feira (18). Diferente do primeiro encontro, quando oito jogadores testaram positivo para covid-19 na chegada a Salvador - e foram barrados e deportados de volta à Argentina -, toda a delegação teve resultado negativo. 

Desta forma, há apenas um desfalque: o atacante Silvio Romero. Capitão da equipe, o atleta estava no banco de reservas na rodada anterior, contra o Montevideo City Torque, e foi expulso por reclamação contra a arbitragem.

O escolhido para a vaga deve ser Jonathan Herrera. Foi ele que abriu o placar, de pênalti, no empate em 2x2 com o Bahia em Pituaçu. Velasco fez o segundo gol argentino e Thaciano e Luiz Otávio empataram. 

Do resto, a equipe será a mesma que eliminou o Estudiantes no sábado (15), pelas quartas de final da Copa da Liga Argentina. O jogo terminou em 0x0 e a decisão da vaga foi para os pênaltis. O goleiro Sosa brilhou: pegou dois pênaltis, o Independiente fez 4x1 e avançou. No próximo sábado (23), fará a semifinal contra o Colón.

Contra o Bahia, o time argentino deve entrar em campo com: Sebastián Sosa, Fabricio Bustos, Sergio Barreto, Juan Insaurralde e Thomas Ortega; Lucas González, Lucas Romero e Domingo Blanco; Alan Velasco, Jonathan Herrera e Sebastián Palacios.

O Independiente será novamente comandado pelo técnico Julio César Falcioni. Na primeira partida contra o Esquadrão, ele foi desfalque por problemas pessoais. Sua esposa, Ada Adela Palka, lutava contra um câncer e se infectou, assim como o treinador, com covid-19 em abril. Falcioni se recuperou, mas Ada não resistiu e, na semana passada, faleceu.

O Rei de Copas precisa de uma vitória para depender apenas dele na rodada final. Tem os mesmos oito pontos do Bahia, mas aparece atrás pelo menor saldo de gols (seis a quatro). No último jogo, enfrentará o lanterna Guabirá, também em casa.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas