Bahia Othon Palace, em Ondina, é colocado à venda pela Rede Othon

salvador
14.05.2020, 18:24:00
Atualizado: 14.05.2020, 18:24:49
(Foto: Evandro Veiga/ Arquivo CORREIO)

Bahia Othon Palace, em Ondina, é colocado à venda pela Rede Othon

Operações do empreendimento foram encerradas em novembro de 2018

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Após um ano e meio desde que o Bahia Othon Palace teve suas operações encerradas, o empreendimento será repassado para outra empresa. A Rede de Hotéis Othon está colocando à venda a unidade localizada em Salvador, além do Belo Horizonte Othon Palace, na capital mineira. A SinchroPartners, grupo especializado em assessoria empresarial reconhecida pela atuação internacional, conduzirá o processo.

Inaugurado em 1975, o Bahia Othon Palace, localizado na Avenida Oceânica, em Ondina, tinha 301 apartamentos e empregava cerca de 240 funcionários. Até então maior hotel em atividade de Salvador, seu fechamento foi comunicado pela Rede Othon no dia 16 de outubro de 2018 e o funcionamento aconteceu até o dia 19 de novembro do mesmo ano. 

"Acreditamos em uma venda rápida, em um período entre 45 e 60 dias. As unidades têm características distintas. A de Salvador precisará receber algum tipo de serviço de hotelaria, mesmo que seu uso passe a ser residencial. O prédio fica em um terreno bem amplo e com condições de receber mais prédios. No caso de Belo Horizonte não há restrições, com exceção da impossibilidade de alterações na fachada do prédio, que é tombada”, explicou Jorge Chaves, gerente geral de operações.

Segundo a Rede Othon, a ação é uma continuação da implementação da estratégia de sua reestruturação. A empresa, atualmente, é integrada por sete unidades, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Ceará.

"O ano passado foi um marco na virada de Hotéis Othon. A crise econômica que atingiu o Brasil, entre 2015 e 2017, foi difícil para o segmento hoteleiro como um todo. Em 2019, a partir da reestruturação do grupo, e da melhora do mercado como um todo, tivemos um ótimo ano, o começo de um período de bons resultados e cresci-mento sustentável. Assim, iniciamos 2020 com bastante otimismo e seguimos trabalhando para vencer a crise e retomarmos os negócios”, afirmou Chaves.

A área total do Bahia Othon Palace é de 27.229 m2, em um terreno com 27.600 m2,  em frente ao mar. À época do fechamento, o presidente da Salvador Destination, Roberto Duran, atribuiu a decisão à falta de investimento no turismo brasileiro – principalmente, na divulgação dos principais destinos do país, a exemplo de Salvador.

“Isso foi causado pela crise, pela falta de investimento do governo federal e do governo estadual, que não veem o turismo como prioridade. O pouco que foi feito por Salvador não conseguiu reverter por completo”, falou Duran.

O Othon também era bastante utilizado como centro de convenções. Agora, apenas os hotéis Fiesta, no Itaigara, e Gran Hotel Stella Maris, em Stella Maris, possuem esse tipo de estrutura. Em janeiro deste ano, Salvador também ganhou um novo Centro de Convenções, no bairro da Boca do Rio.

Outra unidade posta à venda pela Rede Othon, o Belo Horizonte Othon Palace funcionava na Avenida Afonso Pena, no centro da capital mineira, e contava com 295 apartamentos. Com 28.936 de área construída, o prédio icônico tem a fachada tombada e começou a funcionar em 1978.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas