Bahia recebe primeiro lote com vacinas da Pfizer; todas as doses ficam em Salvador

coronavírus
03.05.2021, 18:28:28
Atualizado: 03.05.2021, 18:37:59
(Divulgação/Sesab)

Bahia recebe primeiro lote com vacinas da Pfizer; todas as doses ficam em Salvador

Voo com as 26.910 doses do imunizante chegou a Salvador na tarde desta segunda. Mais cedo, Bahia já havia recebido 405 mil doses da vacina da Oxford

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Bahia recebeu, na tarde desta segunda-feira (3), a primeira remessa de vacinas da Pfizer contra covid-19. O imunizante é produzido pela farmacêutica norte-americana em parceria com a empresa alemã BioNTech. O voo com as 26.910 doses chegou no aeroporto de Salvador às 16h25. 
 
Seguindo determinação do Ministério da Saúde, a remessa de vacinas da Pfizer será encaminhada apenas para Salvador. O secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas acompanhou a chegada do imunizante e comentou a determinação do Governo Federal.
 
“Fizemos um planejamento para termos capacidade de armazenar em todas as nove macrorregiões do estado as vacinas de RNA. Já foram ao todo 30 equipamentos distribuídos, mas seguiremos o que foi apontado pelo MS”, disse o secretário.
 
Vilas Boas destacou que a decisão não significará acréscimo na distribuição do total de doses para a capital. “Os 417 municípios baianos continuarão a receber equitativamente as vacinas, tendo como referência a quantidade de pessoas de cada público-alvo nas localidades”, afirma Fábio Vilas-Boas.

Secretário destaca particularidades do imunizante

Segundo o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, a vacina da Pfizer é a que possui maior eficácia protetora hoje no mundo. “Uma vacina que, por um lado, protege mais, pois até com uma única dose ela já garante 80% de proteção. Mas é uma vacina que não pode ser utilizada em pessoas com alergias muito fortes, de modo geral as pessoas chamadas atópicas, que têm alergia a medicamentos, a frutos do mar, alergias múltiplas e reações severas alérgicas”.

O secretário também destacou que a previsão do Ministério da Saúde é “já a partir do próximo mês de junho, um quantitativo maior de doses [da Pfizer] seja encaminhado para todo o País. A ideia desse primeiro lote de 1 milhão de doses, fracionado em 500 mil, foi exatamente testar a estrutura da nova cadeia de frio. É uma cadeia de frio diferente da habitual”.

A coordenadora do Programa Estadual de Imunização, Vânia Vanden Brouke, explicou que, como a logística para a vacina da Pfizer é diferenciada, a Bahia investiu em equipamentos de refrigeração para manter as doses em temperaturas ultra negativas. “Nós já fizemos aquisição e a distribuição de 30 ultracongeladores aqui para o Estado da Bahia e também para câmera negativa na nossa Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos”.

431 mil doses chegaram nesta segunda

Também nesta segunda, mas pela manhã, a Bahia já havia recebido 405 mil doses da vacina da Oxford/AstraZeneca, produzida pela Fiocruz. Além dessas 431.910 desta segunda, a Bahia recebeu no sábado (1), 19 mil doses de Coronavac. Com estas novas cargas, a Bahia chega ao total de 4.680.660 doses de vacinas recebidas.
 
Os imunizantes da Oxford e Coronavac já começaram a ser enviados para os municípios em aeronaves do Grupamento Aéreo da Polícia Militar e da Casa Militar do Governador, após conferência da equipe da Coordenação de Imunização do Estado. Somente os municípios que aplicaram 85% ou mais das doses anteriores vão receber este novo lote, conforme decisão da Comissão Intergestores Bipartite (CIB).
 
De acordo com a Sesab, com esta nova remessa dará possibilidade para que continuem sendo vacinadas pessoas dos grupos prioritários definidos pelo plano nacional de imunização.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas