Bahia reencontra algoz, técnico campeão e meia xodó da torcida na final

e.c. bahia
31.07.2020, 06:54:00
Guto Ferreira conversa com jogadores do Ceará durante treino no Barradão (Felipe Santos/Ceará SC)

Bahia reencontra algoz, técnico campeão e meia xodó da torcida na final

Ceará é treinado por Guto Ferreira e tem Vinícius como artilheiro da Copa do Nordeste

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Bahia x Ceará é uma final de reencontros para o lado tricolor na decisão da Copa do Nordeste. Primeiro com o time que impediu a conquista do troféu em 2015, quando o Vozão venceu por 1x0 na Fonte Nova e 2x1 no Castelão. Segundo com o treinador Guto Ferreira, campeão pelo Bahia na edição de 2017 e agora adversário. Terceiro com o meia Vinícius, que virou xodó da torcida tricolor pelas suas boas atuações em 2018, ano marcado também pelo protagonismo nos Ba-Vis – e pela dancinha que causou confusão no primeiro clássico daquele ano.

A dupla tenta superar o Bahia na decisão que começa sábado (1º), às 16h, e definirá o campeão na próxima terça (4), a partir das 21h30, com os dois jogos no estádio de Pituaçu, já que a Bahia foi escolhida como sede única do Nordestão na retomada da competição em meio à pandemia do novo coronavírus. Em caso de empate na soma das duas partidas, decisão por pênaltis.

Vinícius e Guto Ferreira vivem também um bom momento particular no clube cearense. O meia é o artilheiro da competição com cinco gols, um a mais que Gilberto, sendo que o atacante do Bahia está machucado e praticamente fora das duas partidas da decisão. Suas maiores ameaças para a conquista individual são o companheiro Rafael Sobis e o rival Élber, ambos com três.

Vinícius marcou cinco gols na Copa do Nordeste
Foto: Felipe Santos / Ceará SC

Questionado após a semifinal contra o Fortaleza se preferia enfrentar Bahia ou Confiança, Vinícius não optou por nenhum, mas lembrou da relação que tem com seu antigo clube. “Tanto faz. Todo mundo sabe a história que eu fiz aqui no Bahia. Claro que hoje eu defendo as cores do Ceará e time que quer ser campeão não escolhe adversário”, afirmou na véspera do Esquadrão superar o Confiança por 1x0, mesmo placar que classificou o Ceará.

Já Guto está a dois jogos de um possível recorde. O único treinador duas vezes campeão da Copa do Nordeste é Arturzinho, vencedor com o Vitória em 1997 e com o América-RN no ano seguinte, ganhando do ex-clube na final. Coincidentemente, o roteiro atual é o mesmo apresentado para o técnico do Vozão.

O elenco do Ceará tem ainda mais conhecidos dos tricolores: o lateral direito Eduardo, o zagueiro Tiago e o atacante Rogério. Os dois primeiros foram campeões da Copa do Nordeste pelo Bahia em 2017, superando o Sport na decisão.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas