Bahia vai com o que tem de melhor diante do Moto Club, em Pituaçu

e.c. bahia
04.02.2017, 07:18:00

Bahia vai com o que tem de melhor diante do Moto Club, em Pituaçu

Guto Ferreira volta a escalar o time considerado titular na Copa do Nordeste

Ainda que o discurso seja de que não há time titular ou reserva nesse início de temporada, em meio ao rodízio que Guto Ferreira vem fazendo no elenco tricolor, está claro que a equipe considerada principal está sendo utilizada nos jogos da Copa do Nordeste. 

Tiago e Zé Rafael voltam ao time titular neste sábado (Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia)

Até o presidente Marcelo Sant’Ana já admitiu certa prioridade para a competição que o Bahia não conquista desde 2002. O fato é que quem for ao estádio de Pituaçu hoje, às 19h30, verá em campo o que o tricolor tem de melhor contra o Moto Club, pela segunda rodada do regional. A maioria dos jogadores considerados titulares fará apenas a sua segunda partida no ano. 

É o caso do lateral-esquerdo Armero, da dupla de zaga Tiago e Jackson, do volante Renê Júnior e do meia-atacante Allione. Todos eles só atuaram no primeiro jogo de 2017, o empate por 0x0 diante do Fortaleza, no Castelão. Se não tivesse entrado por 19 minutos contra o Jacobina, pelo Baiano, Hernane Brocador também iria compor essa lista.

Outros como o goleiro Jean, o lateral-direito Eduardo, o volante Juninho e os meias Régis e Zé Rafael atuaram em dois dos três jogos neste início de temporada. Destes, apenas Juninho não será titular hoje, pois vai cumprir suspensão pela expulsão sofrida na primeira rodada.

Dentro do planejado 

O questionamento sobre a falta de ritmo de jogo de alguns jogadores que estão há mais de uma semana sem atuar foi devidamente esclarecido pelo técnico Guto Ferreira. Para ele, a combinação treino e jogo é a ideal para manter o atleta em bom nível técnico e físico.

“Falam de ritmo de jogo... O que é isso? É o jogador conseguir ter um desempenho que faça a diferença. Que ele não se canse tanto. Falam: ‘Ah, o jogador está numa fase boa’. O que  é essa fase boa? Estar muito bem treinado, estar confiante. E como você chega a ter um jogador bem treinado e confiante? Com duas coisas: treinando e jogando”, explicou o comandante. 

Para ele, o importante é ter um número grande de jogadores em condições ideais e estando no seu melhor, em boa fase. “O Bahia quando tiver 18 ou 20 jogadores numa fase boa, a fase da equipe, com certeza vai estar espetacular. Agora, se a gente não criar situações para que isso ocorra... É difícil de ocorrer... É difícil. Mas a gente tem que criar situações para que isso ocorra. Nós temos trabalhado para que isso possa, cada vez mais, acontecer”, torce. 

E não são apenas os jogadores que estão aprimorando a forma física. Gordiola também tem feito a sua dieta e até brincou com a perda de peso. “Estou gostando do incentivo. Espero que eu perca bastante. Mas vamos com calma, porque foram 30 anos para acumular. Não é em 30 dias que a gente vai perder”. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas