Bahia vai contrair empréstimo de R$ 5 milhões

bate-pronto
21.08.2017, 05:42:00
Atualizado: 21.08.2017, 13:16:28

Bahia vai contrair empréstimo de R$ 5 milhões

Por Editoria de Esporte

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Bahia deve contrair ainda nesta semana, junto a um banco, um empréstimo de R$ 5 milhões. Sem poder dar um patrimônio físico como garantia porque o trâmite da compra do Fazendão e da Cidade Tricolor não está concluído, o clube utilizará o contrato com a Fonte Nova e os rendimentos com o plano de sócios para conseguir o empréstimo. Os R$ 5 milhões são fundamentais para estabilizar a situação financeira do tricolor, que sofreu um baque significativo em maio depois de pagar cerca de R$ 6,5 milhões no acordo judicial para recuperar a posse dos dois centros de treinamento. Desde então, o Bahia vive uma situação apertada: chegou a fechar junho com R$ 3 milhões em caixa, frente aos R$ 12 milhões com que começou o ano de 2017. O empréstimo era previsto e está autorizado pelo Conselho Deliberativo desde abril, mas o clube vinha tendo dificuldades para consegui-lo.

Eduardo Baptista esteve na mira do tricolor

Durante a semana, em entrevista ao Programa do Esquadrão, o presidente Marcelo Sant’Ana falou sobre a situação de Preto Casagrande, que está sendo avaliado no comando do Bahia. Sant’Ana definiu um período de até cinco jogos para avaliar o trabalho da atual comissão técnica, prazo que se encerra na partida contra o Botafogo, domingo (27). Enquanto isso, a diretoria fez contato com alguns treinadores, entre eles Eduardo Baptista, que já treinou Palmeiras e Atlético-PR neste ano. Segundo apurou o CORREIO, o Bahia está ciente da pedida de Eduardo, que aceitaria um contrato só até o final do ano, já que em dezembro o clube passará novamente por eleições.

Sal grosso? Na grama não! 

Sábado (19), na Fonte Nova, o Bahia fez um treino de preparação para enfrentar o Vasco e foi impedido de usar as laterais do campo. O motivo? Jogaram tanto sal grosso antes da partida contra o São Paulo, pela 19ª rodada, que a grama morreu e, em alguns locais, precisou ser replantada.

Finalmente: Ivã vai ou fica?

O Conselho Deliberativo do Vitória terá uma reunião extraordinária na quinta-feira (24) para que seja, enfim, dado um veredito sobre a denúncia, instaurada por conselheiros, de que a gestão do presidente licenciado Ivã de Almeida tem sido temerária. No encontro será apresentado o parecer de uma comissão especial criada para analisar esta questão. Um possível impeachment de Ivã depende deste relatório.

Ivã vai ou fica? Parte II

Na mesma reunião, o Conselho Deliberativo do Vitória vai se posicionar quanto ao pedido, feito por mais de 1/5 dos sócios aptos a voto, para a convocação de uma assembleia geral extraordinária que pode aprovar a destituição da atual diretoria e convocação de novas eleições.

Afinal, é Júnior ou é Todinho?

No início de agosto, o atacante Todinho, do Vitória, pediu para mudar de apelido e passou a ser chamado de Júnior pelo clube. O nome, no entanto, aparece apenas quando o Leão divulga os relacionados e a escalação dos jogos. Nos treinos, ele continua sendo chamado de Todinho por todos. Nas súmulas dos jogos, também aparece o apelido. Por falar em CBF, nas súmulas o nome de Rafaelson aparece Fael. Vai entender.

Aleluia, Marinho!

Contratado em janeiro pelo Changchun Yatai, o atacante Marinho, ex-Vitória, marcou o seu primeiro gol pelo clube no empate em 1x1 com o Tianjin Quanjian, domingo (20), pelo Campeonato Chinês.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas