Bahia vence o Bahia de Feira e conquista 48º título estadual

e.c. bahia
21.04.2019, 18:05:00
Atualizado: 22.04.2019, 11:00:31
Elenco do Bahia comemora muito no gramado da Fonte Nova (Mauro Akin Nassor)

Bahia vence o Bahia de Feira e conquista 48º título estadual

Árbitro de vídeo apontou pênaltis para os dois lados; só o time da capital converteu

Vamos falar de domínio? Neste domingo (21) o Bahia venceu o Bahia de Feira por 1x0, na Fonte Nova, e conquistou o seu 48º título baiano. Com ele, o Esquadrão abriu vantagem de 19 conquistas para o rival Vitória, que tem 29. É a mesma distância do rubro-negro para o Ypiranga, que tem 10. O duelo de ida, em Feira de Santana, havia terminado empatado em 1x1. 

O domínio do tricolor da capital, porém, não foi visto em campo. O Bahia de Feira lutou até o fim, tendo algumas chances de empatar o placar nos minutos finais.

Na primeira decisão do Baiano com o árbitro de vídeo, o recurso – que já havia trabalhado no jogo de ida, anulando um gol do Tremendão – influenciou mais uma vez no resultado, apontando dois pênaltis que haviam escapado do árbitro.

Mas, ao final, o que vale é a competência. Explica-se: o pênalti para o time da capital, aos oito minutos da segunda etapa, foi convertido por Gilberto. O da equipe de Feira, aos 23, foi cobrado por Vitinho e defendido por Anderson.

Durante todo o primeiro tempo, o Bahia pressionou o xará de Feira, apertando a saída de bola e criando chances a partir daí. O gol do Esquadrão só não saiu por dois motivos: falta de sorte e de capricho nas finalizações.

Primeiro, o azar: aos sete, Arthur Caíke, sem ângulo, cobrou falta na direção do gol e a bola explodiu no travessão. A falta de capricho apareceu aos 22, quando a bola sobrou na entrada da área para Arthur Caíke. Com campo para avançar, ele preferiu chutar, mas foi para fora.

Aos 24, após cobrança de escanteio, a bola sobrou pelo alto para Elton, livre, cara a cara com Jair. Podia até ter dominado, mas o volante preferiu chutar de primeira e mandou por cima.

Sem conseguir criar, o Tremendão exigiu trabalho de Anderson uma vez, aos 38, quando Jarbas chutou da intermediária e quase surpreendeu o goleiro, adiantado.

Para fechar a trilogia da falta de capricho, Gilberto. Aos 41, Nino deixou dois marcadores para trás no drible e cruzou para o camisa 9. Ele pegou mal e mandou longe.

VAR aparece
Aos três minutos da etapa final, a bola sobrou na entrada da área para Ramires e ele armou o chute. Vitor travou e o camisa 10 foi derrubado. Quando a bola parou, o árbitro de Luiz Flávio de Oliveira foi ao monitor na lateral do campo para conferir. Um minuto depois, voltou à área confirmando o pênalti, cobrado e convertido aos oito minutos por Gilberto. 1x0.

O gol fez o Bahia de Feira se lançar ao ataque. Aos 20, Vitinho cobrou falta raspando a trave. Os jogadores ficaram pedindo toque de mão de Gilberto, dentro da área. Mais uma vez, o árbitro recorreu ao VAR e voltou apontando o pênalti. Na cobrança, o mesmo Vitinho mandou fraco, à meia altura, e Anderson pegou. No rebote, Vitor chutou e o goleiro salvou de novo.

Os minutos finais foram de pressão do Bahia de Feira e o Esquadrão perdendo gols incríveis no contra-ataque. Do lado do tricolor da capital, Ramires, Elton, Gilberto e Rogério desperdiçaram.

Mas quem pode sair lamentando é o Bahia de Feira. Aos 32, Cazumba acertou o travessão em cobrança de falta. E aos 44 Ebinho saiu de frente para Anderson e bateu por cima a última chance.

Ficha do jogo

Bahia: Anderson, Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca (Xandão) e Moisés; Elton, Douglas Augusto, Ramires (Gregore) e Artur; Arthur Caíke (Rogério) e Gilberto. Técnico: Roger Machado

Bahia de Feira: Jair, Van, Paulo Paraíba, Vitor e Cazumba; Edimar (Ebinho), Capone e Bruninho; Jarbas (Menezes), Vitinho (Dionísio) e Deon. Técnico: Barbosinha

Estádio: Fonte Nova, em Salvaodr
Gols Gilberto, aos 8 minutos do 2º tempo
Cartão amarelo: Arthur Caíke, Douglas Augusto, Xandão e Artur (Bahia); Edimar e Bruninho (Bahia de Feira) 
Público: 41.413 pagantes
Renda: R$ 1.062.633,00
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (Fifa/SP), auxiliado por Paulo Bregalda (BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (BA)


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/o-foco-e-total-aqui-neymar-se-apresenta-a-selecao-brasileira/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/conheca-um-dos-destinos-mais-procurados-pelos-soteropolitanos/
Potencial do povoado Baixio atraiu o empreendimento Ponta de Inhambupe
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pm-morre-apos-ser-baleado-dentro-de-hotel-no-dois-de-julho/
Vídeo mostra hora do disparo, que atingiu o soldado no rosto
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/homem-agride-e-ameaca-de-morte-funcionarios-de-restaurante-em-salvador/
Caso ocorreu na noite desta quinta-feira (23) em empreendimento na Cardeal da Silva
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/esse-cara-vai-me-matar-luisa-sonza-fala-sobre-regressao-de-whindersson-apos-briga/
Youtuber se envolveu em confusão com influencer Carlinhos Maia; entenda
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/plateia-abandona-sessao-por-cenas-de-sexo-explicito-de-filme-em-cannes/
Cena de sexo bastante longa em banheiro entre personagens foi criticada
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/classico-caverna-do-dragao-e-revivido-em-live-action-para-comercial/
A recepção da propaganda foi tão boa que internautas logo pediram um filme
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/juntos-e-shallow-now-5-versoes-do-hit-menos-piores-que-a-de-paula-fernandes/
Tem nos ritmos forró, country e, claro, no estilo pagodão da La Fúria; ouça
Ler Mais